segunda-feira ,20 novembro 2017
Página Inicial / Política / AL-BA teve 28 sessões em que deputados falaram sozinhos; 13 duraram menos de 1 min

AL-BA teve 28 sessões em que deputados falaram sozinhos; 13 duraram menos de 1 min

A Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) registrou 28 sessões ordinárias em que não houve quórum sequer para começar em 2016. Em cada uma delas, um deputado falou sozinho para abrir e fechar os trabalhos. Em 13 delas, isso não durou nem um minuto. O regimento da Casa exige que as sessões sejam abertas, mesmo quando não houver quórum. Maria Del Carmem (PT) foi a campeã em falar “sozinha”. Comandou e encerrou oito sessões, uma delas em apenas 29 segundos.

As duas mais rápidas do ano, contudo, ficaram sob responsabilidade de Pedro Tavares (PMDB). Nos dias 8 de setembro e 17 de novembro, foram 17 segundos para dizer: “Com a proteção de Deus, declaro aberta a sessão. Não havendo nenhum orador inscrito aqui, declaro encerrada a presente sessão”. No dia 18 de agosto, ele também foi certeiro: 23 segundos. Carlos Geilson (PSDB), Bira Coroa (PT) e Manassés (PSL) falaram para um plenário vazio – ou quase vazio – por duas vezes. José de Arimatéia (PRB), Zó (PCdoB), Fabíola Mansur (PSB), Rosemberg Pinto (PT), Adolfo Menezes (PSD), Sidelvan Nóbrega (PRB), Luiza Maia (PT), Luciano Ribeiro (DEM), Roberto Carlos (PDT), Zé Neto (PT) e Pastor Sargento Isidório (PDT) também falaram sozinhos durante uma sessão do ano.

Do lado oposto às sessões “relâmpago”, a mais longa do ano foi a do dia 14 de dezembro, em que houve a obstrução da oposição durante a votação do Orçamento de 2017. Além disso, foram aprovados cerca de 100 projetos de deputados. Com a longa pauta, foram mais de 11 horas e 146 pronunciamentos até que a reunião fosse encerrada, por volta das 3h do dia seguinte. Bahia Notícias

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Itaberaba: Recebe do governo novas estruturas e viatura para DPT e PM

A população de Itaberaba recebeu, na manhã da última sexta-feira (10), novas estruturas da área …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *