quinta-feira ,19 julho 2018
Página Inicial / Noticias / Avanço: Hospital Regional da Chapada realiza cirurgias por videolaparoscopia

Avanço: Hospital Regional da Chapada realiza cirurgias por videolaparoscopia

Hospital Regional da Chapada

O Hospital Regional da Chapada conta com um dos mais modernos sistemas de cirurgias por videolaparoscopia, procedimento minimamente evasivo, que garante um salto de modernidade na ala cirúrgica da unidade.

Os procedimentos através de videolaparoscopia que estão sendo realizados tem assegurado diversos benefícios para os pacientes, entre eles: a diminuição de quase 50% no tempo de cirurgia, a possibilidade de recuperação mais rápida do paciente e, consequentemente, a redução do tempo de internação.

Morador de Seabra, José de Sousa, afirma que procurou o Hospital Regional da Chapada porque, além de, confiar na equipe, realizar o procedimento por videolaparoscopia agilizará seu tempo de internamento.

“Quando soube que o hospital estava realizando cirurgia por videolaparoscopia, corri pra cá; recebi todas as orientações, realizei exames, já fiz a cirurgia e estou muito satisfeito”, disse.

Outra paciente que realizou a cirurgia por vídeo, Maria da Silva, avaliou o procedimento como positivo. “Ontem estive aqui no HRC para realizar uma consulta de revisão e nem esperava que seria marcada minha cirurgia para hoje; quando recebi a notícia não acreditei que minha espera estava acabando; só tenho a agradecer a toda equipe”.

A cirurgia por videolaparoscopia apresenta ainda, outras vantagens, em relação ao método convencional. Os principais benefícios são: redução do tempo no pós operatório, recuperação mais rápido do paciente, alta hospitalar que cai de 72 horas para aproximadamente 12 horas, além disso, pacientes tem menor trauma cirúrgico, baixo risco de infecção e retornam mais rápido para sua rotina.

 

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Dez cidades da Chapada estão há 1 ano sem homicídios; Abaíra está há mais de quatro anos

Na região da Chapada Diamantina, 26 cidades estão sem crimes contra a vida entre há …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *