domingo ,18 novembro 2018
Página Inicial / Meio Ambiente / Aviões chegam da África para bombardear nuvens em Montes Claros-MG

Aviões chegam da África para bombardear nuvens em Montes Claros-MG

 

Os aviões da empresa Modclima Serviços Aéreos chegaram da África para, essa semana, iniciarem o bombardeio de nuvens em Montes Claros, mais especificamente na região da Barragem de Juramento, visando provocar chuvas que permitam recuperar o nível de água na barragem responsável por 65% do abastecimento da população local. O objetivo é aumentar a quantidade de chuvas no local. O superintendente regional da Copasa, Roberto Luiz Botelho, explica que as aeronaves estavam na Africa, justamente para provocar as chuvas, mas já retornaram ao Brasil. A Modclima Serviços Aéreos venceu a licitação no valor de R$1,291 milhão para, em quatro meses, aplicar a tecnologia de indução de chuvas. A tecnologia faz a aspersão de nuvens, com as microgotas, provocando as chuvas. Essa técnica é usada pela estatal paulista Sabesp, com bons resultados.

Para bombardear as nuvens, a Copasa contratou um satélite para a barragem de Juramento, além de usar outro existente em Francisco Sá. Assim, quando uma nuvem se formar para as chuvas, imediatamente o avião, equipado com a tecnologia, sai do aeroporto de Montes Claros, a fim de fazer o bombardeio. A empresa vencedora da licitação alugou um hangar no Aeroporto local.

O principal objetivo é provocar chuvas na região da Barragem de Juramento

O superintendente Roberto Luiz Botelho esclarece que, na busca de resolver a situação do abastecimento de água em Montes Claros, desde o início de dezembro passou a fazer a captação de 2/3 da água em ponto do rio Verde Grande, depois de Montes Claros, com 220 milímetros, depois que se constatou maior quantidade de chuvas nesse ponto.

O ambientalista José Gomes Assis, que tem um pluviometro instalado em sua casa, na Vila Guilhermina, afirma que o mês de dezembro  fechou com 238,4 milímetros de chuvas, o que é considerado um índice bom, em relação a média de 12 anos de precipitações que é 201,6 mm no mesmo mês. Ele levantou os indicadores desde 2005, quando constatou que as melhores chuvas ocorreram em 2013, com 367,9 mm e 359,1 mm em 2011. Porém, desde 2014 que Montes Claros vem sendo castigada com poucas chuvas, pois foi de 83,5 mm em 2014; 112,1 mm em 2015; 87,1 mm em 2016 e, agora, de 238,4 em 2017. No mês de dezembro de 2017, somente no dia 10 foram 41,8 mm. (GA)

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Morro do Chapéu: MP-BA quer fim de lixões próximos de fazendas produtoras de hortifrútis

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) moveu duas ações civis públicas contra o Município de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *