terça-feira ,23 janeiro 2018
Página Inicial / Saúde / Bahia adotará dose fracionada de vacina, com meta de 3,3 mi de imunizados

Bahia adotará dose fracionada de vacina, com meta de 3,3 mi de imunizados

Foto: Reprodução

O Ministério da Saúde anunciou nesta terça-feira (9) que os estados da Bahia, São Paulo e Rio de Janeiro adotarão a dose fracionada da vacina contra febre amarela. Com a medida, a pasta busca garantir o fornecimento do imunizante nessas regiões. A meta é vacinar 19,7 milhões de pessoas em 75 municípios destes estados. Na Bahia, a campanha acontece em oito municípios – de 19 de fevereiro a 9 de março – com meta de 3,3 milhões de imunizados.

O fracionamento permite que uma dose, anteriormente aplicada em uma só pessoa, seja utilizada em quatro. De acordo com o Ministério da Saúde é possível aplicar uma dose em cinco pessoas, mas foi definida uma “margem de segurança”. “Há oito anos se acompanham os resultados com pessoas que receberam a dose fracionada e a imunização é a mesma dos que receberam a dose padrão”, ressaltou o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

Ainda assim, crianças de nove meses até dois anos, pessoas com condições clínicas específicas (como pacientes com HIV/Aids), gestantes e viajantes internacionais continuarão com a dose padrão. As vacinas serão fornecidas e produzidas por Bio-Manguinhos, laboratório da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). O Ministério da Saúde pontuou que estudos garantem que a dose fracionada mantém a pessoa imune à doença por pelo menos oito anos.

“Nós acompanharemos os estudos. Se em um determinado momento, a dose fracionada apresentar uma redução, vamos chamar de volta. Pode ser que algum dia, se precisar, vamos chamar para um reforço”, acrescentou Barros. O Ministério informou ainda que a Organização Mundial da Saúde (OMS) autoriza o fracionamento em casos especiais. (F: Bahia Noticias)

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Febre amarela: 2,6 milhões de pessoas ainda precisam se vacinar na Bahia

Cerca de 2,6 milhões de pessoas ainda precisam ser vacinadas na Bahia para o estado …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *