segunda-feira ,24 setembro 2018
Página Inicial / Sem categoria / Bahia: Campanha de vacinação contra febre aftosa é prorrogada por mais 15 dias

Bahia: Campanha de vacinação contra febre aftosa é prorrogada por mais 15 dias

Bovinos e bubalinos de todas as faixas etárias deverão ser vacinados e declarados nesta etapa na Adab | FOTO: Heckel Junior |

A campanha de vacinação contra Febre Aftosa, que terminaria no dia 31 de maio, tem novo prazo de encerramento. Ela foi prorrogada até 15 de junho. O período se estende também para a declaração de vacinação. Segundo a Agência Estadual de Defesa Agropecuária (Adab), a medida se fez necessária em decorrência do desabastecimento de vacinas observado no terço médio da campanha em algumas regiões do estado, seguida dos impactos sobre a distribuição e vacinação.

Bovinos e bubalinos de todas as faixas etárias deverão ser vacinados e declarados nesta etapa na Adab. Os produtores têm até 15 dias para declarar a vacinação junto à Adab pela internet ou nos escritórios da agência distribuídos pelo estado. Até 21 de maio, apenas 7.798.480 doses de vacina contra febre aftosa entraram na Bahia, das 11.600.000 doses previstas.

O estoque é de 4.076.650 doses. Porém, segundo a Adab, a maioria permanece estocada nas distribuidoras, devido às restrições de logística para distribuí-las junto aos revendedores. O produtor deve adquirir as vacinas em uma revendedora autorizada, devidamente cadastrada na Adab.

A Bahia está livre da febre aftosa e busca a manutenção do status, concedido pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), pelo 17º ano consecutivo. Com esse status, o objetivo agora é evoluir o estado e todo país para zona Livre de febre aftosa, sem vacinação, a partir do ano de 2021. Por isso, é necessária a manutenção da taxa de vacinação acima de 90%.

Os proprietários que não vacinarem o rebanho durante o período da campanha e não fizerem a declaração serão multados no valor de R$ 53 por cabeça não vacinada e R$ 160 por propriedade não declarada, ficando impedido de vender ou transportar o rebanho. A Adab ainda ressalta a necessidade da vacina contra a brucelose. O produtor deve declarar outros animais, como equídeos, ovinos, caprinos, suínos, aves e peixes. As informações são da Adab.

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Brasil: Páginas ligadas ao MBL são excluídas do Facebook para impedir divulgação de ‘fake news’

Quase 200 páginas ligadas Movimento Brasil Livre (MBL) no Facebook foram excluídas na última quarta-feira …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *