quinta-feira ,21 fevereiro 2019
Página Inicial / Sem categoria / Bahia é terceiro estado em número de mortes violentas de LGBTs, aponta GGB

Bahia é terceiro estado em número de mortes violentas de LGBTs, aponta GGB

A Bahia é o terceiro estado em número de mortes violentas de pessoas LGBT, segundo levantamento divulgado nesta sexta-feira (25) pelo Grupo Gay da Bahia (GGB). Com registro de 35 mortes em 2018, o estado perde apenas para São Paulo (58) e Minas Gerais (36). Alagoas empata em número com a Bahia.

Se considerados os dados por cada 100 mil habitantes, a Bahia fica em 14° lugar. Neste caso, a liderança é de Alagoas, seguido por Amazonas e Mato Grosso.

Os dados nacionais apresentaram redução de 6%, em comparação a 2017. No entanto, o Brasil segue como o país que mais mata essa parcela da população. No total, segundo os dados do GGB, 420 pessoas LGBT morreram vítimas da homolesbotransfobia em 2018: 320 homicídios (76%) e 100 suicídios (24%). Em 2017, foram 445 mortes, maior número da série de 39 anos.

“O mais preocupante é que tais mortes cresceram assustadoramente nas últimas duas décadas: de 130 homicídios em 2000, para 260 em 2010, 445 mortes em 2017 e 420 no ano passado”, destaca o GGB no documento.

Agências internacionais de direitos humanos apontam que mais homossexuais e transexuais são mortos no Brasil do que nos 13 países do Oriente e África, onde a homossexualidade é crime, com pena de morte. Informações GGB

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Barreiras: Pais reclamam de ônibus escolares com crianças amontoadas

Pais de estudantes de Barreiras, no extremo oeste baiano, denunciam que os filhos são transportados …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *