domingo ,21 outubro 2018
Página Inicial / Meio Ambiente / Boninal: Moradores de Lagoa de Macamba questionam esgoto a céu aberto e prefeitura dá retorno

Boninal: Moradores de Lagoa de Macamba questionam esgoto a céu aberto e prefeitura dá retorno

Na terça-feira (8), uma moradora do povoado de Macamba, busca a equipe do Chapada News, para pedir ajuda sobre um esgoto que corre a céu aberto no povoado. Deixando indignado não só a todos os moradores pelo mal cheiro, mas em especial um senhor o qual o esgoto deságua em sua propriedade.

No áudio enviado a equipe, a moradora diz estar sofrendo com um esgoto ao lado da sua casa. E explica a situação, “a prefeitura municipal de Boninal construiu uma fossa coletiva, há alguns anos, só que infelizmente a mesma não atendeu as necessidades, a muito tempo ela veio a entupir, e ninguém se manifesta. A mesma causa muito mal cheiro e é próximo a minha casa, além de prejudicar a toda a comunidade”. A moradora ainda diz que já notificou a secretária de saúde e a vigilância sanitária, que ainda não entregou o relatório.

Em contato com o Secretário de Obras do município, Ezequiel Paiva, o mesmo conta que “na comunidade, anteriormente, as pessoas tinham fossas individuais. Porém para elas só eram encanados os dejetos dos banheiros, e as águas de pia da cozinha e pias corriam a céu aberto. Vendo tal necessidade da comunidade, foi construída uma fossa coletiva para captar a água, a capacidade da fossa dava para captar a água em questão, porém os moradores antigos e das novas construções foram ligando esgoto geral da casa nas fossas, extrapolando a capacidade para a qual foi planejada, causando vazamentos”.

Segundo Antonio Gonçalves, do setor de obras, “ninguém nunca foi a prefeitura reclamar de nada ou fazer denuncia, o que realmente aconteceu foi que um agente de endemias passou por lá e viu o esgoto escorrendo a céu aberto, e comentou por auto na prefeitura tal situação, de que deveria ser um cano quebrado ou esgoto vazando lá”. Antonio se pôs a disposição de no dia seguinte ir conferir a situação.

No dia seguinte, quinta-feira (10), Antonio foi a comunidade entender a situação e dialogar com a comunidade, em principal os mais afetados. E a decisão tomada foi a de que seria necessário cada morador construir sua fossa individual, e assim fazer a desativação da fossa coletiva, a qual estaria causando problemas.

 

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Seabra: Hospital Regional da Chapada abre Processo Seletivo Cadastro Reserva

No período de 18 até o dia 22 de Outubro de 2018, estará aberto Processo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *