domingo ,22 outubro 2017
Página Inicial / Polícia / Boninal: Policiais da Cipe-Chapada socorrem vítimas de acidente na BR 242; veja fotos

Boninal: Policiais da Cipe-Chapada socorrem vítimas de acidente na BR 242; veja fotos

O acidente envolveu dois carros e deixou uma pessoa presa nas ferragens | FOTO: Montagem do JC/Cipe-Chapada |

Policiais da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe-Chapada) socorreram vítimas de acidente de trânsito na tarde desta segunda-feira (6), na região próxima ao trevo de Boninal, na Chapada Diamantina. Uma das vítimas, inclusive, ficou presa entre as ferragens e foi retirada pelos soldados da guarnição Eco, que se depararam com acidente na BR 242. A Cipe-Chapada sinalizou a área com cones para prevenir outros acidentes e acionou a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

De acordo com a Cipe-Chapada, o acidente envolveu dois veículos, um Mitsubishi Triton, cor vermelha, conduzido por Edmilsom Prado e o outro veículo um Corsa Classic/GM, cor branca, conduzido por José Sobrinho. O motorista do Corsa informou aos policiais “que estava viajando com sua esposa de Goiás com destino a Paraíba e que dormiu ao volante quando se deslocava sentido Seabra”. O veículo atravessou a contramão e foi projetado para fora da pista, parando na vegetação.

Edmilsom, o condutor da Mitsubishi, estava sozinho no veículo. Ele informou que viu o Corsa atravessar a via no sentido da contramão e tentou evitar a colisão frontal quando perdeu o controle da direção e capotou. Ainda conforme a Cipe-Chapada, “os condutores e passageiros tiveram apenas escoriações”. Entretanto, a esposa de José, condutor do Corsa, deficiente auditiva (surdo-muda) e paraplégica, ficou presa no veículo, sendo retirada por intervenção da guarnição. (Jornal da Chapada com informações da Cipe-Chapada).

Veja as fotos do acidente

 


Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Dodge aponta Geddel como ‘líder de organização criminosa’

Em manifestação ao Supremo Tribunal Federal (STF) a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, disse que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *