sábado ,21 outubro 2017
Página Inicial / Meio Ambiente / Chapada: Incêndio retorna em Ituaçu e brigadistas combatem na região das nascentes do Rio Mato Grosso

Chapada: Incêndio retorna em Ituaçu e brigadistas combatem na região das nascentes do Rio Mato Grosso

Com o clima quente o fogo retornou na região do município de Ituaçu, na Chapada Diamantina | FOTO: Divulgação |

O incêndio florestal que atinge a região próxima ao povoado de São José, no município de Ituaçu, na Chapada Diamantina, ameaça as nascentes do Rio Mato Grosso. As chamas tinham sido controladas na madrugada de domingo (12) para segunda-feira (13) por brigadistas voluntários, mas com o clima quente o fogo voltou. Segundo o Jornal da Chapada, o secretário de Transportes de Ituaçu, William Oliveira, informou que 17 brigadistas atualmente combatem o foco e há a previsão de mais 10 à noite e outro grupo de 10 pela manhã de terça (14), mantendo o revezamento.

“Na verdade, o fogo não foi totalmente vencido. Ele foi controlado, mas com o calor intenso e muito material orgânico na região ele acabou retornando. É fogo de turfa e de rampa, e o acesso é complicado”, salienta o titular de Transportes. De acordo com Oliveira, o suporte no combate fica por conta dos brigadistas de Ibicoara, Bravos e Guerreiros de Barra da Estiva, além de uma aeronave do programa do governo estadual ‘Bahia Sem Fogo’ e membros do Corpo de Bombeiros.

Ainda conforme William Oliveira, a prefeitura de Ituaçu tem dado “todo o suporte para o combate, desde alimentação, água, transporte e logística”. O fogo começou no último sábado (11), às 17h, e às 22h os brigadistas já estavam combatendo as chamas. “Controlando durante a noite, a gente passa à fase de monitoramento e rescaldo. Os brigadistas atuaram desde o início do fogo. Hoje eles têm o apoio do Corpo de Bombeiros e da aeronave do ‘Bahia Sem Fogo’”, completa o secretário.

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Baixa Grande: Pedreiras em comunidades na zona rural são vistoriadas por equipe técnica

Uma equipe técnica foi levada às comunidades Lagoa Queimada e Fazenda Caís, em Baixa Grande, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *