Página Inicial / Sem categoria / Chapada: Projeto do ‘Grãos de Luz e Griô’ envolve 300 agentes de cultura de 15 municípios em Lençóis

Chapada: Projeto do ‘Grãos de Luz e Griô’ envolve 300 agentes de cultura de 15 municípios em Lençóis

Cada uma das 30 agentes farão uma formação em suas localidades com 10 pessoas, totalizando 300 agentes culturais da Rede Ação Griô Bahia de 15 cidades em vários territórios culturais | FOTO: Ilustração/Facebook |

O grupo ‘Grãos de Luz e Griô’ realizará entre os dias 16 e 20 de julho, o projeto “Agente de Cultura Rede Ação Griô Bahia”. A ação é uma formação e qualificação que acontece em sua sede, na cidade de Lençóis, na Chapada Diamantina. Nessa primeira etapa serão selecionadas 30 agentes culturais para participar do curso e obter conhecimento e sensibilidade para atuarem como articuladoras e ativistas da cultura de tradição oral brasileira e baiana.

Cada uma das 30 agentes farão uma formação em suas localidades com 10 pessoas, totalizando 300 agentes culturais da Rede Ação Griô Bahia de 15 cidades em vários territórios culturais. Elas serão parceiras e colaboradoras para garantir a continuidade, sustentabilidade e ampliação da atuação da rede em suas comunidades de origem. Além da formação, o projeto oferecerá material pedagógicos para os participantes do curso e serão concedidas bolsas de incentivo para as agentes e também para 30 mestres griôs.

O projeto foi aprovado pelo edital “Formação e Qualificação em Cultura”, tem apoio financeiro do Estado da Bahia, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia, e parceria com cinco associações e coletivos que gerem a Rede Ação Griô Bahia – Viola de Bolso (Eunápolis), Aldeia Tucum – Coletivo Tupinambá (Olivença), Fórum de Cultura da Bahia, Associação das Baianas de Acarajé (Salvador) e Mamulengos da Bahia (Salvador).

Esse projeto tem a missão de instituir uma política nacional de transmissão dos saberes e fazeres de tradição oral, em diálogo com a educação formal, para promover o fortalecimento da identidade e ancestralidade do povo brasileiro. Jornal Chapada com informações de assessoria.

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Taxa de mortalidade infantil sobe 9,2% na Bahia depois de 25 anos em queda

Depois de passar 25 anos em queda, a taxa de mortalidade infantil aumentou 9,2% na …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *