terça-feira ,17 outubro 2017
Página Inicial / Economia / Chapada: Seabra, Iraquara, Boninal, Piatã, Lençóis, etc. Escolas fechadas. Chapada Diamantina adere à paralisação

Chapada: Seabra, Iraquara, Boninal, Piatã, Lençóis, etc. Escolas fechadas. Chapada Diamantina adere à paralisação

Seabra: discussão na Camara de Vereadores e posterior manifestações nas ruas. Foto: Chapada News

Diversas manifestações aconteceram nessa quarta-feira (15) em cidades da Chapada Diamantina para protestar contra a reforma previdenciária proposta pelo governo do presidente Michel Temer.

Os protestos atingiram todo o Brasil e na Chapada Diamantina, setores da educação e judiciário de várias cidades aderiram à paralização.

Em Seabra, as escolas públicas fecharam suas portas por tempo ainda indeterminado e algumas particulares também cerraram os portões nesta quarta-feira.  Ainda, houve concentração na Câmara de Vereadores com palestras sobre o motivo da paralização e logo após seguiram com manifestação pelas ruas da cidade com frases de efeito e o grito de “Fora Temer”. Veja vídeo da manifestação abaixo.

Iraquara: Paseata pela ruas da cidade. Foto: Divulgação

Em Iraquara houve discussões na Câmara de Vereadores contra a reforma da previdência e demais ataques aos direitos trabalhistas.

Boninal: discussão na Câmara de Vereadores. Foto: Reprodução

Em Boninal também se seguiu a mesma dinâmica, houve discussão na Câmara de Vereadores com presença dos professores, alunos e de pessoas da sociedade, como forma de mostrar à contrariedade à reforma proposta pelo Governo Temer.

Leia também: Lençóis: APLB adere à paralisação dos trabalhadores contra reforma da previdência e divulga agenda de ações

Em Piatã, após a Assembleia dos Professores , também deu-se uma passeata pelas ruas da cidade, também como protesto e forma de aderir à paralização. Após a passeata, Valmir Almeida da APLB, publicou nota de agradecimento a todos os professores pela mobilização respeitosa, bem como aos Vereadores Pedro Paulo, Manoel Miron e Ronaldo pelo apoio e participação, ao presidente do sindicato dos trabalhadores rurais de Piata, aos diretores, coordenadores e em especial à Secretaria Municipal de Educação de Piata pela compreensão.

Ainda, Valmir declara que: “Nossa assembleia foi uma verdadeira aula de democracia, nossa passeata pelas ruas de Piatã marcou um novo momento para refletir e entender que o professor é transformador, que o professor é o verdadeiro responsável para conduzir a população a conscientizar sobre as diversas injustiças  propostas por um Congresso Nacional minúsculo e irresponsável”.

Piatã: após assembleia houve passeata pelas ruas da cidade. Foto: Chapada News
Lençóis: Discussão na Câmara de Vereadores Foto: Reprodução APLB

Em Lençóis as escolas aderiram à greve bem como o setor judiciário. A APLB fez uma assembleia às 15h e às 18h, depois todos participaram das discussões na Câmara de Vereadores.  As manifestações de ruas estão agendadas para outro dia. A APLB também soltou agenda de ações dentro das escolas com palestras, sessão de cinema sobre a conjuntura política e prevê ocupação do INSS de Seabra para 23/03 (quinta-feira).

Em todo o Brasil houve paralização em protesto contra as reformas propostas pelo governo federal e a Chapada Diamantina seguiu o mesmo curso.

Vídeo da manifestação em Seabra

Chapada News

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Deputados federais baianos gastaram R$ 11,9 milhões em cotas este ano

Os deputados federais baianos gastaram, entre janeiro e setembro, R$ 11,9 milhões com cota parlamentar, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *