segunda-feira ,17 dezembro 2018
Página Inicial / Política / Chapada: TCM aceita denúncia de prefeito de Rio de Contas contra ex-gestor sobre concurso público

Chapada: TCM aceita denúncia de prefeito de Rio de Contas contra ex-gestor sobre concurso público

O atual prefeito Cristiano Azevedo e o ex-gestor da cidade chapadeira Márcio Farias | FOTO: Montagem do JC/Blog do Anderson |

O Tribunal de Contas dos Municípios, na sessão desta terça-feira (29), julgou procedente a denúncia formulada pelo atual prefeito do município de Rio de Contas, Cristiano Azevedo, contra o ex-prefeito Márcio Farias, por irregularidades na convocação de servidores municipais aprovados em concurso público, nos últimos 180 dias de mandato, no exercício de 2016.

O relator, conselheiro substituto Antônio Carlos da Silva, determinou a formulação de representação ao Ministério Público Estadual (MP-BA) para que seja apurada infração penal e a violação na Lei de Responsabilidade Fiscal. O prefeito foi ainda apenado com multa no valor de R$4 mil.

A relatoria concluiu que a nomeação dos candidatos, nos últimos 180 dias de mandato do prefeito, violou o disposto no artigo 21 da Lei de Responsabilidade Fiscal, que veda o aumento de despesas com pessoal nesse período. Deste modo, não foram aceitos os argumentos do gestor de que as contratações teriam se pautado no direito subjetivo à nomeação dos candidatos, e em situação jurídica consolidada, já que os atos poderiam ser praticados até o final da validade do concurso público, que ocorrerá em março de 2019.

O Ministério Público de Contas opinou pelo conhecimento e a procedência da denúncia, com aplicação de multa ao gestor e a representação ao Ministério Público do Estado, “haja vista a prática de crime contra as finanças públicas”. Ainda cabe recurso da decisão. As informações são do TCM.

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Com as maiores bancadas eleitas, PSL e PT terão direito a 108 assessores cada

Tanto o Partido dos Trabalhadores (PT) quanto o Partido Social Liberal (PSL) poderão contratar até …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *