sexta-feira ,14 dezembro 2018
Página Inicial / Política / Com as maiores bancadas eleitas, PSL e PT terão direito a 108 assessores cada

Com as maiores bancadas eleitas, PSL e PT terão direito a 108 assessores cada

Tanto o Partido dos Trabalhadores (PT) quanto o Partido Social Liberal (PSL) poderão contratar até 108 pessoas para trabalhar na liderança das siglas na Câmara dos Deputados se um projeto de resolução for aprovado pela Casa. Isso ocorre porque esses são os partidos com as maiores bancadas eleitas.

 

Hoje com apenas dois deputados federais, o PSL saltará para 52 no próximo mandato. Já o PT, que perdeu seis cadeiras, terá 56 parlamentares na Câmara a partir de 2019.

Segundo informações da Coluna do Estadão, esses cargos somados terão um custo mensal de R$ 1,2 milhão. No total, o custo médio que a Câmara tem por mês com assessores das lideranças partidárias é de R$ 15,3 milhões. Mas se o projeto, que também permite o aumento do número de funcionários do Centrão, for aprovado, esse valor pode crescer para R$ 15,9 milhões.

De acordo com a publicação, o PP passaria de 88 para 95 assessores e o DEM e o PR, de 77 para 83 cada. Por outro lado, outros partidos sairão perdendo. É o caso do PSDB, que pode passar de 106 para 83 assessores, e do MDB, que cairia de 114 para 83.

Fonte: Bahia Notícias

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Advogado aborda ministro Lewandowski em avião, diz que STF é ‘uma vergonha’ e é detido

Antes da decolagem de um voo de São Paulo para Brasília na manhã desta terça-feira …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *