domingo ,21 outubro 2018
Página Inicial / Sem categoria / Convidada para ser madrinha de Parada LGBT, major da PM é orientada a não usar farda durante evento

Convidada para ser madrinha de Parada LGBT, major da PM é orientada a não usar farda durante evento

Foto: Reprodução

A 17ª edição da Parada do Orgulho LGBT da Bahia só acontece no dia 9 de setembro. Porém, o movimento está envolvido em uma polêmica por causa da escolha da madrinha desse ano. Conforme publicado nesta quarta-feira (4), a reportagem do BNews obteve informações de que a major da Polícia Militar da Bahia (PM-BA), Denice Santiago, foi a escolhida pelo Grupo Gay da Bahia (GGB) para ocupar o posto.

No entanto, ao ser questionada pela reportagem, a major, que ganhou destaque na mídia nacional por ser criadora da Ronda Maria da Penha, negou que tenha recebido qualquer convite e nem sequer havia sido procurada para falar sobre o assunto. Mas, ainda conforme informações obtidas pelo BNews, a concessão da “homenagem” estava sendo tratada em segredo por causa de uma suposta proibição da PM-BA para que a militar pudesse ser a madrinha LGBT.

Procurada pela reportagem, a PM-BA negou que tivesse proibido a major de aceitar a homenagem. A corporação não só confirmou que ela foi convidada, como também explicou que foi feita apenas uma recomendação para que não fosse usada a farda durante o evento. “A PM informa que não houve proibição do comando da instituição para que a major fosse homenageada, e sim uma recomendação para que não utilizasse o uniforme, uma vez que ela estaria participando de um evento festivo, sendo a homenageada”.

Quando questionado sobre o assunto, o GGB, presidido por Marcelo Cerqueira, não quis falar sobre o assunto e chegou também a negar inicialmente que a major Denice Santiago havia sido convidada para receber a homenagem.(Bocão News)

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Participação da Agropecuária cresce 15% no PIB baiano em 2018; Indústria tem queda

Uma análise da conjuntura econômica da Bahia, apresentada junto com a proposta de Lei Orçamentária …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *