domingo ,23 setembro 2018
Página Inicial / Economia / Cooperativa de agricultores do Capão realiza seu primeiro encontro nos dias 11 e 13 de maio

Cooperativa de agricultores do Capão realiza seu primeiro encontro nos dias 11 e 13 de maio

A cooperativa nasceu em julho de 2016 buscando incentivar a agricultura local e o consumo de produtos orgânicos na região do Vale do Capão | FOTO: Montagem do JC/Divulgação |

A Cooperativa do Vale do Capão (Coope Capão), localizada no distrito de Palmeiras, na Chapada Diamantina, realiza seu primeiro encontro, nos dias 11 e 12 de maio, quando acontecerá uma feira de economia solidária, apresentações artísticas, rodas de conversas e debates. Segundo a organização, o objetivo do encontro é promover o trabalho da Cooperativa e os princípios que o norteiam, como consumo consciente de produtos agroecológicos, economia solidária e soberania alimentar.

Haverá uma roda de conversa para jovens do ensino médio, no dia 11 de maio, das 10h às 12h, no Salão do Posto de Saúde. O tema será ‘Empreendedorismo, Juventude e Economia Solidária’. As outras rodas de conversa acontecerão no dia 12, no mesmo local. Entre os temas estão ‘Inclusão Produtiva e Redes de Cooperação’, ‘Formalização Jurídica para Organizações Comunitárias’ e ‘Comércio Justo, Consumo Consciente e Desenvolvimento Local’.

Já a Feira Solidária tem início junto com a abertura do evento e funcionará no Coreto, nos dois dias do evento, sempre das 17h às 22h, contando com quinze expositores. São elas Cervejaria Muito Prazer, Cheiro de Mato, Coopama (Abaíra), Corcovado, Cores e Detalhes, Dona Geu, Encantos do Capão, EuKFiz, Flor Nativa, Ganesh (Nir), Horto Vale Flora + Medicina do Seu Santinho, Izqui, Jahpah, Estúdio Caetê e SV Design. Já as apresentações artísticas, com número circense e arte de rua acontecem às 20h no Coreto da Vila do Capão, no dia 11. Não perca!

Coope Capão
A cooperativa nasceu em julho de 2016, buscando incentivar a agricultura local e o consumo de produtos orgânicos na região do Vale do Capão. É uma associação sem fins lucrativos, autogestionada, que funciona como uma cooperativa de compra e venda de produtos orgânicos e desenvolvimento de projetos locais. Um dos princípios da Coope é a Agroecologia, uma forma de cultivo de alimentos que mistura a ancestral sabedoria popular com novos conhecimentos que buscam a harmonia com a natureza e com a diversidade cultural. Jornal da Chapada com informações de assessoria.

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Barra da Estiva completa 39 dias sem homicídios; Polícia Civil se empenha em investigações

A cidade de Barra da Estiva, na Chapada Diamantina, completou nesta quarta-feira (18), 39 dias …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *