quinta-feira ,18 outubro 2018
Página Inicial / Sem categoria / Dois ônibus da caravana de Lula são atingidos por tiros

Dois ônibus da caravana de Lula são atingidos por tiros

Foto: Reprodução

Dois ônibus que compõem a caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foram atingidos por tiros na chegada ao município de Laranjeiras do Sul (PR), na tarde desta terça-feira (27). Minutos antes, os pneus de um veículo foram furados por ganchos fixados na via. De acordo com o líder do PT no Senado, Lindbergh Farias, ninguém ficou ferido. Não há confirmação se Lula era um dos passageiros.

Ainda de acordo com o senador, os tiros aconteceram “no caminho entre Quedas do Iguaçu e Laranjeiras do Sul”. Uma foto da lataria atingida por uma bala foi publicada pela deputada federal Érika Kokay (PT-DF). No post, ela lamentou o incidente.

“Absurdo! Ônibus da caravana de Lula é alvejado por tiros. O fascismo está desnudo. É uma violência inaceitável. Grupos paramilitares estão perseguindo o ex-presidente. As autoridades vão garantir a segurança de Lula ou vão esperar uma tragédia maior?”, escreveu.

Na tarde desta terça-feira, a Agência PT publicou nota afirmando que um outro ônibus da Caravana foi atingido por uma “enxurrada de pedras e ovos”, na BR-227, próximo ao município de Foz do Iguaçu. No comunicado, o partido atribui o ataque a “criminosos bancados por ruralistas da região”.

Ainda segundo o PT, Lula não estava no veículo atingido mais cedo. “O alvo, pensaram, era o ex-presidente Lula. Mas os que ocupavam as poltronas do veículo eram apenas cidadãos em viagemdentro de um ônibus de linha”, afirma.

Representantes do partido anunciaram nesta terça-feira que devem entregar ao Ministério Público todo material coletado pelo Coletivo Advogadas e Advogados pela Democracia (CAAD), que comprovam os ataques durante a caravana de Lula. Segundo o partido, grupos contrários ao petista tem causado “apedrejamento, fogo e obstrução nas estradas para impedir a passagem da caravana”.

‘Milícia’

A ex-presidente Dilma Rousseff afirmou nesta segunda-feira (26) em coletiva de imprensa no Rio de Janeiro, que o ex-presidente tem sido atacado por uma “milícia”. Ela classificou os atos como o retrato de uma “democracia mitigada” e que demonstra como deve ser a resistência de movimentos contrários durante a campanha eleitoral.

A ex-presidente denunciou que parte dos manifestantes usou “pedras e paus” contra Lula e caminhões e tratores para bloquear caminhos percorridos pelo grupo. “Nós acreditamos que seja uma milícia. E essa milícia, a cavalo, usa chicote”, disse.

A Caravana de Lula pelo Sul do país foi iniciada na segunda-feira (19) em Bagé (RS). O roteiro incluiu municípios do Rio Grande do Sul, Paraná e deve ser finalizado nesta quarta-feira (28), em Curitiba. (F: Destak Jornal)

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Participação da Agropecuária cresce 15% no PIB baiano em 2018; Indústria tem queda

Uma análise da conjuntura econômica da Bahia, apresentada junto com a proposta de Lei Orçamentária …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *