sexta-feira ,20 outubro 2017
Página Inicial / Economia / Governo autoriza abertura de 11 novos cursos de medicina

Governo autoriza abertura de 11 novos cursos de medicina

Cerimônia no Palácio do Planalto de assinatura de autorização para novos cursos de medicina (Foto: Reprodução/NBR)

A ideia é que, ao final do processo, sejam concluídas 36 autorizações, com a oferta de 2,3 mil vagas

O Ministério da Educação (MEC) autorizou hoje (1º) a abertura de 11 novos cursos de medicina que vão ofertar 710 vagas. Segundo o ministro da Educação, Mendonça Filho, nos próximos dias, mais 25 municípios terão cursos autorizados. A ideia é que, ao final do processo, sejam concluídas 36 autorizações, com a oferta de 2,3 mil vagas.

 Os cursos devem iniciar as atividades ainda neste ano, em municípios do Sul e do Sudeste, nos estados do Paraná, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e São Paulo. Segundo o MEC, as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste serão contempladas na próxima rodada de autorizações.
 Mendonça Filho destacou que um dos desafios mais importantes para a formação de médicos no Brasil é garantir a qualidade e a oferta de vagas para os municípios mais distantes do país. “Há sempre uma demanda dos estados para que a formação médica se interiorize, que possamos ter médicos formados nas mais distantes regiões do Brasil. Temos uma grande e importante tradição na formação médica brasileira, nos grandes centros urbanos, faculdades reconhecidas, mas boa parte do Brasil mais distante se ressente do acesso à saúde e da formação de médicos”, disse o ministro.
 Para autorizar a abertura, o MEC consultou o Ministério da Saúde para identificar quais municípios estavam aptos a receber os novos cursos de medicina. Entre os critérios levados em consideração estão a necessidade da região, a infraestrutura da instituição de ensino e a relação do número de médicos por habitante. O município deve ter um hospital com mais de 80 leitos no Sistema Único de Saúde (SUS) e com potencial para hospital de ensino.
Instituições
 O diretor de graduação da Faculdade São Leopoldo Mandic, em Araras (SP), Guilherme Succi, disse que a instituição já está pronta para oferecer o novo curso, que deve começar ainda em agosto. “A cidade está ansiando muito por esse início, e tenho certeza que será um benefício enorme para toda a região”, destacou. Segundo o coordenador José Francisco Chagas, o curso será voltado para a medicina clínica e de família. A instituição também vai oferecer moradia e alimentação para os alunos.

A faculdade Clarentiano, em Rio Claro (SP), deve fazer o processo seletivo em dezembro. O diretor da instituição, padre Luiz Botteon, diz que a infraestrutura está pronta e os professores, contratados. Segundo ele, a faculdade vai assumir o serviço médico nas 18 unidades básicas de saúde e nos três hospitais da cidade.(Correio 24 horas)

 Confira onde os cursos foram autorizados:

Paraná

Faculdade Integrada de Campo Mourão – 50 vagas

Faculdade de Pato Branco – 50 vagas

 Rio de Janeiro

Universidade Estácio de Sá (Angra dos Reis) – 55 vagas

Rio Grande do Sul

Universidade Feevale (Novo Hamburgo) – 60 vagas

Universidade do Vale do Rio dos Sinos – Unisinos (São Leopoldo) – 65 vagas

 São Paulo

Faculdade São Leopoldo Mandic (Araras) – 55 vagas

Uninove Guarulhos – 100 vagas

Uninove Mauá – 50 vagas

Uninove Osasco – 70 vagas

Uninove São Bernardo do Campo – 100 vagas

Faculdade Clarentiano (Rio Claro) – 55 vagas

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Gestante quase morre após chute de feto romper o útero

Grávida de 35 semanas, uma mulher quase morreu e perdeu o bebê por uma razão …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *