sexta-feira ,24 novembro 2017
Página Inicial / Meio Ambiente / Governo repassa R$ 500 mil para prevenção a incêndios na Chapada Diamantina

Governo repassa R$ 500 mil para prevenção a incêndios na Chapada Diamantina

O governo federal investiu cerca de R$ 500 mil em ações de prevenção e combate a incêndios florestais na Chapada Diamantina, na Bahia. O repasse, feito por meio do Ministério da Integração Nacional, permitirá reforço na proteção ambiental e dará mais segurança a cerca de 400 mil pessoas em 24 municípios.infocell

A iniciativa, que conta com parceria da Superintendência de Proteção e Defesa Civil do estado, possibilitará a implantação de um sistema de comunicação para melhorar o monitoramento dos riscos e garantir mais agilidade na resposta a ocorrências de foco de incêndios ou queimadas.

O sistema a ser implantado cobrirá toda a região de mais de 41 mil quilômetros quadrados da Chapada Diamantina. Serão 10 estações de comunicação via rádio instaladas em pontos estrategicamente definidos pela Defesa Civil estadual e por órgãos ambientais.

A atuação de agentes para o trabalho de prevenção e de combate a incêndios também será fortalecida com o treinamento de 320 brigadistas voluntários, a maioria com experiência anterior. Parte do recurso possibilitará capacitação do grupo, inclusive com a realização de exercícios simulados.

No último grande incêndio na Chapada Diamantina, em dezembro de 2015, a Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec) do Ministério da Integração coordenou o apoio de órgãos federais no trabalho de combate ao fogo e em outras ações de resposta.

Fernando Frazão/Agência Brasil
Fernando Frazão/Agência Brasil

Monitoramento permanente

Por meio do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad), o Ministério da Integração acompanha em tempo integral a ocorrência de fenômenos naturais no Brasil e envia alertas às defesas civis de estados e municípios.

O órgão também presta assistência técnica às equipes locais de regiões atingidas por desastres e disponibiliza ajuda humanitária às vítimas.

O Centro funciona em regime de plantão 24 horas, durante todos os dias da semana, e o monitoramento constante de informações sobre riscos tem o objetivo de reduzir impactos e de preparar a população. Com informações do Ministério da Integração Nacional.

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

IRAQUARA: Comunidades Fazem Protestos Sobre Fechamento das Escolas do Campo. Veja vídeo

Aconteceu hoje (22), uma Audiência Pública no Município de Iraquara, com o tema: Fechamento das …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *