quarta-feira ,22 novembro 2017
Página Inicial / Polícia / Grande Recife: policial mata mulher na frente da filha e diz ter agido a mando de ETs

Grande Recife: policial mata mulher na frente da filha e diz ter agido a mando de ETs

Foto: Reprodução

Dona de casa dormiu fora irritada porque marido não parava de falar de extraterrestres

Um comissário de polícia matou a mulher na frente da filha do casal na terça-feira (23) em Jaboatão dos Guararapes, na Grande Recife. Depois do crime, Geraldo da Silva Bezerra, 41, ligou para a Polícia Militar e se entregou, confessando o crime. Ele afirmou que atirou na companheira, Sheila Cavalcante, 41, a mando de extraterrestres.

“Não há testemunhas que tenham presenciado os fatos. O que o comissário conta é que atirou propositalmente e fez isso a pedido de um ET. Depois de ter atirado, ele ligou para a Polícia Militar e explicou o que havia acontecido”, contou ao G1 o delegado Francisco Diógenes, responsável pelo caso.

Segundo a polícia, Sheila, que era dona de casa, foi dormir na casa dos pais na noite de segunda irritada justamente porque o marido não parava de falar de ETs.  “Ele disse que começou a falar sobre extraterrestres e ela se irritou porque não gostava do assunto e foi até a casa dos pais. Hoje, quando ela voltou, ele atirou contra ela”, explica o delegado.

O tiro aconteceu na área externa da casa da família, no bairro Curado III, e atingiu Sheila no tórax. Depois de atirar, ele ficou ajoelhado falando palavras sem sentido. A filha de 5 anos dos dois estava dentro da casa e saiu, encontrando a mãe ferida. “Ela diz ter visto a mãe dormindo no chão com um monte de sangue em volta”, afirma o delegado.

Sheila faria 42 anos amanhã. O filho de outro relacionamento de Sheila, João Victor, afirmou que o casal tinha bom relacionamento, mas que nos últimos dias Geraldo estava alterado, o que chamou atenção de familiares. Geraldo foi preso em flagrante pelo homicídio triplamente qualificado – motivo fútil, sem chance de defesa e feminicídio. (Correio 24 horas)

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

New Hit: julgamento de habeas corpus de integrantes é adiado

O julgamento do pedido de liberdade para os integrantes da extinta banda New Hit foi …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *