quinta-feira ,15 novembro 2018
Página Inicial / Política / Ibitiara: Mais de 2 mil pessoas ainda não fizeram recadastramento biométrico e têm até o dia 31 de janeiro para se regularizar

Ibitiara: Mais de 2 mil pessoas ainda não fizeram recadastramento biométrico e têm até o dia 31 de janeiro para se regularizar

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), após levantamento no dia 8, alerta aos 2.274 eleitores, que ainda não realizaram o recadastramento biométrico no município de Seabra, todos pertencente a 88ª zona eleitoral, que têm até o dia 31 de janeiro para regularizar a situação. Ainda alerta sobre os prejuízos ocasionados pelo cancelamento do título, dentre eles, a suspensão do pagamento do Bolsa Família, benefício do Governo Federal. A sanção é prevista pelo Código Eleitoral, artigo 7º.

Considerando o número total de eleitores, que é de 11.693, mas até o momento, somente 9.419 compareceram ao cartório eleitoral, deixando ainda em divida com a biometria quase 20% dos eleitores. Com esses números, é importante lembrar aos eleitores que, caso não façam o recadastramento, terão o título cancelado e sofrerão, além de suspensão do Bolsa Família, outros impedimentos, como: problemas para emissão e manutenção de passaporte, não receber aposentadoria ou pensão paga pelo Governo Federal, não realizar matrícula em instituição de ensino superior e deixar de tomar posse em cargo público.

Para regularizar a situação, os eleitores deverão comparecer ao Fórum Eleitoral, na Rua 22 de Abril, nº 481, Santa Luzia, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Portando RG e Comprovante de residência, contendo 2 vias da xérox dos documentos, para transferir o titulo de uma zona para outra, é necessário levar comprovante de residencia dos últimos 3 meses e xérox dos 3.

Dúvidas e informações podem ser obtidas por meio dos números (75) 3331-1614.

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Temer é cotado para assumir embaixada do Brasil na Itália, diz jornal

O presidente Michel Temer é cotado para ser nomeado embaixador do Brasil depois de deixar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *