Página Inicial / Noticias / Ibitiara: Padre comunica a população que após reunião com a SESAB o hospital não fechará

Ibitiara: Padre comunica a população que após reunião com a SESAB o hospital não fechará

A população de Ibitiara festejou nesta sexta (6), com a noticia de que o Hospital Padre Aldo que atende a toda a cidade não irá mais fechar. Após muita ansiedade ao saber no dia 2 que o hospital poderia fechar no dia seguinte, o povo foi pra rua, protestou e, queimou pneu.

Segundo o prefeito Beto, houve uma reunião na Secretaria Estadual de Saúde da Bahia (Sesab), com o deputado Afonso, Dr Diogo, Eleni, diretora do hospital e o padre Nicivaldo, para tratar do assunto em pauta que era o fechamento do Hospital. Mas a questão foi resolvida e o mesmo terá atendimento normal.

O padre Nicivaldo, disse que no dia 05 de Abril, “O Governo se comprometeu em ajudar o hospital o quanto pode estar ao seu alcance. Nem tudo pode fazer, mas se propôs em ajudar na adequação da unidade hospitalar com doação de mais equipamentos para ampliarmos a oferta de serviços que ajude a captar recursos para manter o hospital. Entretanto, o Governo pede uma contrapartida, uma colaboração dos municípios para ajudar na manutenção do mesmo e se dispôs a entregar documentação que viabilize isso, de forma legal. Tenho certeza que o prefeito Djalma também fará o mesmo. Faremos uma reunião posterior com os políticos da nossa região para esclarecer tudo e buscar mais ajudas. Vamos precisar contar com o apoio indispensável dos vereadores de Ibitiara e Novo Horizonte para esta empreitada.

O padre complementa contando que a nossa reunião em Salvador foi muito importante, “Fico feliz e agradecido pela força de todos os políticos da nossa região em ajudar a buscar uma solução para o Hospital Padre Aldo. Foi uma preocupação bonita de todos por uma questão suprapartidária, por um patrimônio que está para além de qualquer partido. Vamos unir todos por esta causa”.

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Jacobina: Adolescente morre após comer macarrão e chocolate

Uma adolescente, de 14 anos, veio a óbito após ingerir macarrão instantâneo e chocolate. O …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *