Página Inicial / Saúde / Ipupiara: Adolescente de Ipupiara necessita de ajuda para seguir tratamento de grave doença na garganta

Ipupiara: Adolescente de Ipupiara necessita de ajuda para seguir tratamento de grave doença na garganta

Foto: Reprodução / EBrotas

A adolescente de 16 anos, Caliandra Letícia, sofre de Amigdalite Crônica, uma doença infeciosa que atinge as amídalas, órgãos responsáveis pela defesa contra infecções. Os sintomas mais comuns são febre, dor de garganta, falta de apetite, dificuldade para engolir e, às vezes, inchaço dos gânglios do pescoço e da mandíbula, que têm a função de evitar a propagação da doença pelo organismo.

De acordo com a mãe da jovem, Valdimira Rodrigues de Alcântara, eles estão desde 2014 em busca de ajuda para o tratamento da filha, já que com a renda familiar de menos de 01 salário mínimo, mal dá para sustentar a casa que moram cinco pessoas. “Atualmente ela está sendo acompanhada por uma médica “otorrina”, no Hospital Irmã Dulce, em Salvador. E todas as vezes em que viajamos para lá, a prefeitura só dá as passagens de Caliandra, e eu como acompanhante e mãe, preciso “me virar” para conseguir pagar as minhas passagens e a nossa estadia.”, relata Valdimira. Entretanto, ela informa que a prefeitura de Ipupiara concedeu as passagens dela também na última ida a Salvador. E vale acrescentar, que como só vai ela e a filha nas viagens, e não sabem circular pela cidade através do transporte público, é necessário que todos os deslocamentos sejam feitos de Taxi.

Além das consultas frequentes, Caliandra necessitará fazer uma cirurgia para retirada das amígdalas, porém, antes do procedimento cirúrgico, ela terá que tomar 04 remédios durante 03 meses, sendo que um deles é de uso contínuo, e o custo é bastante elevado para o padrão de vida deles. Os remédios são: Broncho-Vaxom (7MG) R$215,00, Busonid (3 caixas de 50mcg) R$120,00, Loratadina (10mg) R$16,00 e Salsep (spray) R$19,00, totalizando R$370/mês.

Cirurgia
Ainda, segundo o relato de D. Valdimira, a situação só não ficou mais complicada porque conseguiu no último dia 04, através do médico brotense Dr. Antônio Kleber Ribeiro, a marcação da cirurgia no mesmo hospital, Irmã Dulce, pelo SUS. E segundo apuração, esse procedimento feito em um hospital particular, custa entre R$3.000,00 e R$6.000,00.

Como colaborar?
Quem quiser colaborar com a família de Caliandra, pode fazer doações através de conta corrente, que está no nome do seu padrasto. E para quem desejar mais informações ou quiser ajudar de alguma outra maneira, pode entrar em contato através dos telefones: (77) 99130-4756 (WhatsApp) e (77) 99133-1422 (TIM).

Dados Bancários
BANCO DO BRASIL
Agência: 4538-1
Conta Corrente: 9.499-4
Titular: Gilmar da Silva Pinto

(Fonte: ebrotas)

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Quase metade do público-alvo de vacina contra gripe se imunizou na Bahia

Após mobilização nacional, apenas 254,3 mil brasileiros se vacinaram contra a gripe na Bahia. O …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *