terça-feira ,15 outubro 2019
Página Inicial / Noticias / Ipupiara: Em nota prefeito diz em que condenação se refere a ação de 2004 e gestor segue no cargo

Ipupiara: Em nota prefeito diz em que condenação se refere a ação de 2004 e gestor segue no cargo

A prefeitura de Ipupiara, município da Chapada Diamantina, emitiu uma nota de esclarecimento, na última quinta-feira (1º), em razão da matéria publicada sobre a cassação por improbidade administrativa do prefeito Ascir Leite Santos (PP) pelo Tribunal Regional Federal (TRF-1). De acordo com os dados enviados por assessor jurídico da gestão municipal, “o tema em questão é relacionado ao exercício financeiro de 2004, já superado pelo Tribunal de Contas dos Municípios [TCM], que acolheu os esclarecimentos do prefeito e aprovou as contas naquela oportunidade”.

A recente matéria tratou da decisão do TRF-1, que foi publicada no último dia 30 de julho, referente à perda do mandato e suspensão dos direitos políticos do prefeito, além da condenação de alguns assessores diretos e prestadores de serviços de Ipupiara, inclusos no processo. Quanto à perda do cargo, a nota reitera que, “em nenhum momento o prefeito foi cassado, até porque, o processo não transitou em julgado”.

“O prefeito Ascir continua nas suas atividades normais e está recorrendo do julgamento e cujo a decisão, em breve, por confiarmos na Justiça, será reformada pelas instâncias superiores e será conhecido novo resultado com a absolvição de Ascir”. Ainda segundo a nota, “é esclarecido que não há ato ou fato que desabone a sua conduta”.

“Ascir Leite, que vem demonstrando a cada dia, ser um prefeito honesto, trabalhador, cumpridor das suas obrigações e das normas legais, honrando seus compromissos em dia e promovendo o bem-estar social e desenvolvimento de todo o município”, completa a nota.

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Ibitiara Acidente de moto deixa jovem morto na entrada da cidade

O jovem Rafael da comunidade de Queimada de Novo Horizonte, morreu após sua moto uma …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *