segunda-feira ,20 novembro 2017
Página Inicial / Política / Iraquara: Clamando ajuda, prefeito reafirma que ação contra famílias foi do governo Rui

Iraquara: Clamando ajuda, prefeito reafirma que ação contra famílias foi do governo Rui

O prefeito foi interpelado pelos membros do MSTS, que cobraram uma reunião para alinhar o debate | FOTO: Montagem do JC |

“Não sou a favor do que está acontecendo”. A frase enfática é do prefeito de Iraquara, município da Chapada Diamantina, Edimário Novais (PSD), que voltou a afirmar que a ação que resultou na retirada de famílias de área ocupada foi do atual governo estadual, comandado pelo petista Rui Costa. Em vídeo enviado ao Jornal da Chapada por membros do Movimento dos Sem Teto (MSTS), o gestor ligado ao senador Otto Alencar (PSD) disse que o governo deveria organizar a situação e uma reunião ficou para ser agendada para aprofundar o assunto e ter uma solução. A área ocupada é uma fazenda inativa da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA).

“Eu tenho que assumir o que eu faço, se eu tivesse na linha de frente, mas eu não estou. O que eu fico sentido é eu não estar fazendo a coisa e eu ser acusado de estar fazendo a coisa. Eu sou a favor da organização, que o governo viesse organizar”, reafirma Edimário, que clamou por ajuda aos ocupantes. O prefeito foi interpelado pelos membros do MSTS, que cobraram uma reunião para alinhar o debate. “Já que ele é a favor da gente, vamos unir força agora e continuar na luta por moradia digna e própria, que é um direito nosso”, frisa um dos manifestantes em contato com o Jornal da Chapada. A retirada das famílias continua neste sábado (11).

Jornal da Chapada: http://jornaldachapada.com.br/2017/11/11/chapada-clamando-ajuda-prefeito-de-iraquara-reafirma-que-acao-contra-familias-foi-do-governo-rui/

Confira vídeo aqui


Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Barra do Mendes: MP-BA recomenda anular contratações de parentes de gestores por Ana Cely Lopes / Claudia Cardozo

O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) recomendou nesta quarta-feira (9) que sejam anuladas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *