terça-feira ,24 outubro 2017
Página Inicial / Meio Ambiente / Ituaçu: Moradores da cidade têm diversas reclamações sobre serviços prestados pela Embasa na cidade

Ituaçu: Moradores da cidade têm diversas reclamações sobre serviços prestados pela Embasa na cidade

Moradores disseram ao Jornal da Chapada que não têm coragem de beber a água com a coloração que está | FOTO: Divulgação |

Moradores do município de Ituaçu, na Chapada Diamantina, têm reclamado, principalmente nas redes sociais, de que a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) tem prestado um serviço ruim ao longo de meses. Dentre as reclamações estão a baixa qualidade da água distribuída, que tem apresentado coloração de terra (sendo que há relatos até mesmo de materiais estranhos, como pedaços de pregos, saindo pelas torneiras).

Além disso, os cidadãos ituaçuenses reclamam que a distribuição, que antes era feita durante o dia, agora só é realizada à noite, quando as caixas d’águas são cheias, e que há um aumento dos valores cobrados mesmo sem aumento de consumo nas residências. “Um mês a água veio por R$130, aí depois dois meses a conta ficou em R$35, R$30, esse mês veio de R$120 de novo. Quando fui reclamar falaram que era porque era mês do São João. Mas o que eu fiz no São João? Nada”, reclamou a moradora Maria da Conceição Messias Guimarães.

Já o morador Marcio José Silva disse ao Jornal da Chapada que não tem coragem de beber a água com a coloração que está. “A gente compra água mineral para beber, a gente tem criança em casa e não pode arriscar”, disse. Ele afirmou que tem utilizado água de um poço artesiano que tem em sua propriedade rural para levar para sua residência, na sede do município.

A equipe de reportagem do Jornal da Chapada entrou em contato com a Assessoria de Comunicação da Embasa para saber sua posição referente ao assunto. Foi pedido o envio dos questionamentos por escrito, qual foi realizado, mas ainda não respondido até o fechamento deste texto.(Por Adalício Neto / Jornal da Chapada)

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Barreiras: Calor faz com que colégios e creches mudem a rotina dos estudantes

O calor que está assolando a região oeste da Bahia desde o início de outubro …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *