quarta-feira ,14 novembro 2018
Página Inicial / Polícia / Jacobina: Justiça concede prisão domiciliar para professor acusado de assédio sexual

Jacobina: Justiça concede prisão domiciliar para professor acusado de assédio sexual

O professor da Uneb [Universidade do Estado da Bahia] acusado de assédio sexual teve concedida prisão domiciliar. Thiago Oliveira Moreira, que estava preso no 12° Batalhão de Polícia Militar em Camaçari, foi liberado da carceragem na tarde desta terça-feira (16). A decisão que permitiu a prisão domiciliar foi tomada pela desembargadora Nágila Maria Sales Britto após habeas-corpus impetrado pelo procurador de prerrogativas da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) seção Bahia, Mateus Brito.

Conforme o G1, o docente foi escoltado por policiais militares até um imóvel, que não teve o endereço divulgado, para cumprir a decisão. O professor estava foragido após ter sido decretara prisão preventiva. Depois, ele se apresentou à polícia.

Conforme o Ministério Público do Estado (MP-BA), mais de uma dezena de estudantes da Uneb de Jacobina, no Piemonte da Diamantina, relataram crimes de assédio sexual, ameaças e lesões corporais que teriam sido cometidos pelo professor. Ainda segundo o MP-BA, além disso, ele também é acusado pela prática de crimes contra a administração pública, como prevaricação e supressão de documentos públicos. O professor, que também atua como advogado, trabalha na Uneb desde 2007.

 

Fonte: Bahia Noticias

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Igreja transmite via rede social momento em que pastor é baleado no interior de SP

Uma igreja evangélica transmitiu ao vivo através de uma rede social o momento em que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *