quinta-feira ,22 junho 2017
Página Inicial / Economia / Mesmo com reforma na Previdência, Bahia registra baixo crescimento na adesão às aposentadorias

Mesmo com reforma na Previdência, Bahia registra baixo crescimento na adesão às aposentadorias

Foto: Reprodução

Cenário se deve a um redirecionamento de agendamentos provocado pela quantidade de feriados prolongados

A reforma da Previdência tem aumentado a corrida pela aposentadoria em estados como São Paulo, onde, por exemplo, o crescimento da adesão chega 36,5%, na comparação dos 60 dias entre janeiro e fevereiro deste ano em relação ao mesmo período do ano passado. Na Bahia, no entanto, a movimentação ainda é tímida. No mesmo recorte, a procura  pelo benefício cresceu apenas 2,2%, conforme o levantamento que foi feito com exclusividade pela Previdência Social para a Coluna Cartão de Ponto, publicada no CORREIO.

 Segundo o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), o baixo crescimento nos postos baianos dos pedidos de abertura de processo para aposentadoria se deve a um redirecionamento de agendamentos provocado pela quantidade de feriados prolongados, entre eles o Carnaval, Semana Santa, Tiradentes e o 1º de Maio. 
 “No primeiro semestre, teve um número muito grande de feriados e em função disso diminuiu a quantidade de dias úteis, e muitos agendamentos não puderam ser feitos”, avalia o chefe da Divisão de Benefícios da Gerência do INSS em Salvador, Marcelo Caetano. Ainda de acordo com ele, muitos serviços que podem ser feitos pela internet, acabam sendo agendados para o atendimento presencial nas agências. Muitos contribuintes, inclusive, marcam para dar entrada na aposentadoria sem antes consultar se alcançou mesmo o tempo de contribuição.
 O último levantamento do órgão mostrou que esses agendamentos representam cerca de 40% do total de atendimentos no estado. “Essa simulação pode ser feita através da internet no site da Previdência. Nós fizemos campanhas para esclarecer isso, mas ainda não surtiu o efeito desejado. Hoje, já são mais de 26 serviços que podem ser acessados do próprio celular pelos cidadãos”, explica. O mesmo estudo apontou também que cerca de 30% das pessoas que fazem o agendamento não comparecem no dia marcado. “Para combater esse tipo de situação, a Previdência criou uma trava no sistema que só permite aos ausentes agendarem uma nova data de atendimento após 30 dias”, disse.(Correio 24 horas)

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Estado prorroga inscrições para concurso da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar

Prazo que terminaria segunda-feira (19) agora vai até a quarta (21) para 2.750 vagas As …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *