segunda-feira ,20 novembro 2017
Página Inicial / Saúde / Morre médica recém-formada vítima de acidente dias antes da cerimônia de formatura

Morre médica recém-formada vítima de acidente dias antes da cerimônia de formatura

Morreu na noite deste sábado (21) a ex- estudante do curso de Medicina da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) Fabiana Araújo Miranda. Segundo colegas da jovem, ela havia colado grau antes da cerimônia para obter registro médico e já atuava como profissional.

Ela estava internada em estado grave no Hospital Universitário Professor Edgard Santos (Hospital das Clínicas), em Salvador, mas não resistiu aos ferimentos e morreu por volta das 21h. Ainda não há informações sobre seu sepultamento.

Fabiana e sua família sofreram um grave acidente quando se dirigiam para o local onde seria realizada sua formatura, em Petrolina (PE). Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), a batida ocorreu no Km-742 da BR-234, no município de Tanquinho, no Centro Norte baiano, por volta das 7h de domingo (8).

A cerimônia de colação de grau estava marcada para quinta-feira (12), mas havia uma série de eventos relacionados à formatura que já começariam na segunda (9). Segundo o colega de turma de Fabiana, Luís Henrique Azevedo, toda a formatura foi repensada por conta do acidente. “Quando soubemos do que aconteceu, chegamos a cancelar tudo, mas por opção da turma. Enquanto ela estava no hospital em Feira, ela estava consciente e conseguiu falar com familiares. Disse para prosseguirmos. A aula da saudade então foi retomada na terça com outro nome. Mas foi toda pensada na perda da mãe dela e na união de forças da turma em prol de sua recuperação”, explicou o médico.

No dia do acidente, Fabiana estava com os pais quando o veículo bateu de frente com outro carro. A mãe de Fabiana, Heloísa Miranda de Araújo, não resistiu aos ferimentos e morreu no local do acidente.

Na época, a estudante e o pai dela tinham sido internados no Hospital Clériston Andrade, em Feira de Santana, mas no dia 12 Fabiana precisou ser transferida para o Hospital das Clínicas, onde não resistiu. O estado de saúde do pai da estudante não foi divulgado. Pelas redes sociais, familiares e amigos da estudante chegaram a fazer uma campanha de doação de sangue.

Pelo Facebook, o reitor da Univasf lamentou a morte da jovem. “Neste momento de profundo pesar, nos solidarizamos com todos os familiares e amigos de Fabiana, especialmente os colegas e professores da Turma XIII de Medicina Univasf. Que Deus conforte a todos!”, escreveu. Uma página dedicada à cidade Petrolina (PE) também lamentou a morte em uma publicação de luto. (Jornal Correio da Bahia)

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Policlínicas começam a ser entregues na sexta; vídeo explica como será funcionamento

Um vídeo lançado nesta terça-feira (14) pelo governo do Estado mostra como vão funcionar as …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *