sábado ,15 dezembro 2018
Página Inicial / Polícia / Mulher acusada de matar e enterrar bebê em Itabuna confessa crime: ‘Eu queimei ele’

Mulher acusada de matar e enterrar bebê em Itabuna confessa crime: ‘Eu queimei ele’

Uma mulher de 39 anos que foi presa suspeita de matar, queimar e esquartejar o filho, de um mês de idade, em Itabuna, no sul da Bahia (veja aqui), confessou o crime e revelou à polícia onde escondeu o cadáver. Ela aparece em um vídeo desenterrando os restos mortais do bebê após ter levado os investigadores até o local.

O corpo da criança estava debaixo de uma árvore. No vídeo, Rosemare de Oliveira aparece desenterrando o filho e dizendo que queimou a criança depois de perceber que ela estava morta, negando usar um canivete para feri-la. “Não usei canivete. Eu queimei ele. Ele estava morto. Eu sei que ele estava morto porque o corpo estava gelado. Eu não usei canivete nenhum nele, porque eu não ia maltratar meu filho. Não tem sangue meu ou dele, não tem marca nenhuma. Eu nunca usei esse canivete, eu só uso porque tenho medo de alguém fazer alguma coisa comigo. É uma auto-defesa minha”, afirmou.

De acordo com a polícia, a mãe contou que enterrou o filho depois que ele passou mal e morreu. Porém, ao desenterrar o recém-nascido, o Departamento de Polícia Técnica (DPT) descobriu que o menino tinha sido assassinado. O corpo da criança estava esquartejado. Ainda segundo informações da polícia, a mulher sofre de depressão e foi autuada por infanticídio e levada para a carceragem da Delegacia de Itabuna, onde está à disposição da Justiça. Segundo o G1, o corpo do menino foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Itabuna.

 

Fonte: Bahia Notícias.

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Irecê: Suspeitos de roubo de motocicleta morrem em confronto com a PM em João Dourado

Dois suspeitos de roubar uma motocicleta no povoado de Caldeirão do Jacó, zona rural da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *