domingo ,16 dezembro 2018
Página Inicial / Noticias / Piatã: Polícia conclui investigações sobre assaltos em série; Veja vídeo

Piatã: Polícia conclui investigações sobre assaltos em série; Veja vídeo

A Polícia Civil (PC) baiana divulgou na última semana a conclusão das investigações do Inquérito Policial nº076/2018, sobre o caso de uma série de assaltos em Inúbia, distrito de Piatã, município localizado na Chapada Diamantina, no primeiro dia de novembro deste ano. À época os três assaltantes chegaram na cidade conduzindo um veículo roubado em setembro na cidade de Lauro de Freitas, e logo tomaram de assalto um outro veículo e fizeram do proprietário refém. Em seguida, foram ao distrito de Inúbia, abandonando o primeiro carro no povoado das Porteiras.

Chegando no distrito assaltaram o Supermercado Oliveira, a loja Mak Móveis e o Supermercado Inúbia, subtraindo dinheiro e celulares. Durante a ação um assaltante ficou com o refém, enquanto os outros dois indivíduos, portando armas de fogo, desciam e praticavam os roubos, fazendo ameaças aos funcionários e clientes. Após o assalto, o refém foi liberado na saída de Inúbia e seu carro foi abandonado na cidade de Rio do Pires, juntamente com três celulares.

Durante as investigações, a PC descobriu que o assaltante-motorista foi Renato Carvalho Azevedo, conhecido por ‘XRE’ ou ‘CB1000’, bem como que o líder do grupo, um dos dois que entraram nas lojas, foi Wendel Bispo Rocha, conhecido por ‘José’ ou ‘R8’. Ambos tiveram suas prisões preventivas representadas pela autoridade policial de Piatã. Apurou-se que eles já possuíam mandados de prisão preventiva em aberto do Estado de São Paulo e dali são egressos do sistema penitenciário, possuindo antecedentes criminais por participação em organização criminosa, roubo e até homicídios.

Pelo assalto em Inúbia eles foram indiciados pelos crimes de roubo qualificado triplamente qualificado pelo uso de arma de fogo, concurso de pessoas, por manter vítima em seu poder restringido a sua liberdade; receptação de veículo e associação criminosa, cujas penas máximas podem chegar em até 30 anos de reclusão.

Três celulares e os dois veículos utilizados no assalto foram recuperados e restituídos às vítimas. O terceiro indivíduo ainda não identificado possui imagens e fotos que serão divulgadas à população e imprensa, que poderão fazer denúncias anônimas.

Veja vídeos divulgados pela Polícia Civil

 

Fonte: Jornal Chapada

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Palmeiras: Governo federal libera R$ 200 mil para recuperar danos causados pelas chuvas

As intervenções da deputada estadual Ivana Bastos (PSD) junto à Superintendência de Proteção e Defesa …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *