segunda-feira ,23 outubro 2017
Página Inicial / Meio Ambiente / Piatã: Reunião na cidade debate fortalecimento da ‘ARIE Nascente do Rio das Contas’

Piatã: Reunião na cidade debate fortalecimento da ‘ARIE Nascente do Rio das Contas’

ARIE Nascentes do Rio de Contas foi criada pela necessidade de estabelecimento das áreas protegidas, dentro da categoria de uso sustentável no Estado | FOTO: Reprodução |

Na última quarta-feira (22) foi realizada uma reunião conjunta do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio das Contas (CBHRC) e do Conselho Gestor (CG), no município de Piatã, na Chapada Diamantina, com a presença de membros titulares e suplentes. O encontro foi realizado pelo Governo do Estado da Bahia, por intermédio da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema) e do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), e deu passos importantes na última semana visando o fortalecimento da Área de Relevante Interesse Ecológico (ARIE) Nascente do Rio das Contas.

“O fortalecimento dos comitês gestores e dos conselhos temáticos é essencial para uma gestão participativa, democrática e transparente do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos na Bahia. Esperamos, até o final desta gestão, contribuir para uma maior aproximação entre os interlocutores do setor público e da sociedade civil nos fóruns de diálogo instituídos”, disse o secretário do Meio Ambiente, Geraldo Reis. Já na quinta-feira (23), foi promovida uma capacitação voltada para os colegiados, sendo coordenada pela Diretoria de Estudos Avançados em Meio Ambiente (Deama), da Sema.

Atualmente o CG segue em trabalho conjunto com o CBHRC o que, segundo a presidente do Conselho, Maria do Rosário Maciel, técnica do Inema, classifica como positivo para os resultados alcançados. “Essa nossa convocatória mobilizou a presença de vários membros dos comitês do baixo sul e sul da Bahia para uma visita técnica onde conheceram a nascente e também outras bacias, vivendo um dia da água no município de Piatã. Um município especial por abrigar a nascente de três bacias: Contas, Paramirim e Paraguaçu”, pontuou a técnica. Para Rita de Cássia Braga, presidente do CBHRC, apesar das problemáticas é de extrema importância tratar sobre o assunto.

“Foi uma plenária extremamente importante, a segunda da minha gestão no comitê e a primeira do ano. Em conversa com membros de outros comitês, sempre achamos importante ter essas reuniões, e não só os encontros se resumirem as plenárias ordinárias e extraordinárias, quando assim for convocada. São quatro por ano e as demandas são grandes”, explicou Braga.

A ARIE Nascentes do Rio de Contas foi criada pela necessidade de estabelecimento das áreas protegidas, dentro da categoria de uso sustentável no Estado, com vistas a compatibilizar a conservação da natureza com o uso de parcela dos seus recursos naturais. Além da necessidade de contribuir para a preservação e a restauração da diversidade de ecossistemas naturais, além da proteção de paisagens naturais pouco alteradas e de notável beleza cênica, como é a área das Nascentes do Rio de Contas, rio de excepcional valor ambiental para o Estado.

A área da ARIE das Nascentes do Rio de Contas situa-se em 4.771 hectares dos municípios de Abaíra e de Piatã no extremo norte da sub-bacia, nas áreas de altitudes mais elevadas, acima de 1.600 metros. As terras que integram a poligonal da área ficam localizadas nas Serras da Tromba e Serra do Atalho. A área abriga as nascentes de um rio com potencial hídrico de importância para 63 municípios integrantes da Bacia do Rio de Contas, a maior bacia hidrográfica de rio inteiramente estadual. (Jornal da Chapada com informações de assessoria).

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Barreiras: Calor faz com que colégios e creches mudem a rotina dos estudantes

O calor que está assolando a região oeste da Bahia desde o início de outubro …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *