domingo ,18 novembro 2018
Página Inicial / Polícia / Registros de ataques a bancos diminuem em 9,1% na Bahia

Registros de ataques a bancos diminuem em 9,1% na Bahia

Foto: Divulgação / Polícia Militar

Ataques a bancos na Bahia caíram 9,1% entre janeiro e outubro deste ano, em relação ao mesmo período de 2016. Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP), a queda é reflexo da desarticulação de nove quadrilhas envolvidas em ataques a instituições bancárias no estado e ao trabalho conjunto entre as forças policiais. Nos dez primeiros meses de 2016, foram registrados 88 ataques a bancos enquanto em 2017, considerando o mesmo período, o número foi de 80. A redução foi ainda maior se comparado o ano de 2015 e 2016, caindo de 252 para 115 ocorrências.

Ao considerar os anos anteriores a 2017, no entanto, as ações criminosas ficaram mais fortes neste mês. Entre 2 e 7 de dezembro, foram registrados oito ataques com explosões em cofres e terminais eletrônicos. Foram alvo dos criminosos agências de Camamu, Malhada, Araci e distrito de Pilar, no município de Jaguarari. Segundo o Diretor do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) na Bahia, o delegado Marcelo Sansão, 75 prisões de pessoas ligadas às quadrilhas de ataques a bancos foram feiras. “De janeiro a outubro, tivemos um aumento de 1,4% das prisões, 72,2% nos óbitos de membros de quadrilhas que resistiram à ação da polícia e 80% de aumento na desarticulação de quadrilhas em relação ao mesmo período de 2016”, revelou delegado ao jornal A Tarde.

Ainda de acordo com as informações, no ano passado foram desarticuladas cinco quadrilhas que agiam no ataque a bancos. O maior registro de queda no número de ataques aconteceu na região oeste da Bahia. Os números tiveram um impacto significativo entre janeiro e outubro, passando de 12 casos, em 2016, para duas ocorrências em 2017, registrando uma redução de 85,7%.(Bahia Notícias)


Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Inquérito aponta que havia 3º homem em carro usado no assassinato de Marielle

O inquérito que investiga as execuções da vereadora Marielle Franco e seu motorista, Anderson Gomes, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *