Página Inicial / Noticias / Seabra: Câmara Municipal acata denúncia de improbidade administrativa do gestor municipal

Seabra: Câmara Municipal acata denúncia de improbidade administrativa do gestor municipal

Na última terça-feira (27), aconteceu na Câmara Municipal de Seabra, a votação para o acatamento ou não da denúncia realizada pelo cidadão seabrense Oswaldo Almeida. Dando inicio a sessão desse dia, o presidente da Câmara Marcos Pires solicitou a apresentação do regimento interno para melhor interpretação dos ocorridos. Enfatizando que qualquer notícia publicada em redes sociais com conteúdo duvidoso, a população deve procurar informações verídicas com vereadores ou diretamente na Câmara Municipal, referindo-se as postagens realizadas em uma página do Facebook (não citada) com “fake news” e enquetes sobre a aceitação ou não do impeachment do atual gestor, Fábio Miranda.

Foi concedido o momento de explicação para o sr. Oswaldo Almeida, onde trouxe sua indignação perante aos acontecimentos envolvendo a atual gestão e seus motivos para realizar a denúncia. Onde pode ser conferido na íntegra acima.

Prosseguindo a sessão dessa terça (27) com a votação do recebimento da denúncia, que aprovada é encaminhada para análise e início das investigações. Confira os votos de cada vereador.

Foram a favor os vereadores: Gilmaria Rosa, Jeannethe Brandão, Joaquim Inácio, Lilía Carneiro, Marcílio Luiz, Sônia Maria. Foram contra os vereadores: Alípio Neto, Jorge Luiz, Lauro Roberto, Mario do Carmo, Richard Nikson, Selson José. Finalizando a votação com o presidente da Câmara Marcos Pires, que desempatou ao votar a favor do acatamento da denúncia.

O vereador Jorge Luís, apoiado pelo vereador Lauro Roberto, apresentou um requerimento solicitando que a investigação não seja realizada apenas pelo atual prefeito Fábio e a primeira dama Maria Oliveira, mas que sejam investigados também todas as inadimplências que vem acontecendo a anos na prefeitura de Seabra, referente as gestões anteriores. E que todos os gestores que cometeram erros, respondam.

O requerimento do vereador Jorge será apresentado oficialmente na próxima sessão da Câmara para votação de acatamento ou não.

Após a votação, foi formada uma comissão processante que cuidará da denúncia com participação dos vereadores Gilmaria Rosa do partido PMDB, Jeannethe do partido PSB e Lauro Roberto do partido REDE. Finalizando a sessão as 21h52.

Confira o Áudio da Câmara da ultima sessão:

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

MP-BA abre inquérito para apurar não pagamento de contas da Coelba nas lotéricas

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) instaurou inquérito civil para apurar o fim do contrato …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *