Página Inicial / Economia / Seabra: Entenda O Que Está Acontece Com a Coleta de Lixo

Seabra: Entenda O Que Está Acontece Com a Coleta de Lixo

Após denúncias nas redes sociais, no fim do ano, de que a cidade estava sem coleta de lixo, e os resíduos produzidos nas residencias estavam se acumulando em suas portas ou que cachorros estavam rasgando os sacos de lixo, pois o caminhão estava passando muito tarde, a equipe do Chapada News foi tentar entender o que estava acontecendo.

Em contato com Sisnando Vilas Boas, gestor ambiental, servidor publico da Secretária Municipal de Meio Ambiente da cidade, ele explicou que no dia 22 de junho de 2017 foi aberta uma licitação para a contratação de uma empresa terceirizada para a prestação de serviços de Limpeza Urbana, Coleta, Transporte de Resíduos Sólidos Urbano, inclusive entulho, na Sede do Município, Distritos e Povoados. Compreendendo os serviços de:

  • a) Limpeza urbana, varrição de vias públicas;
  • b) Serviços de roçagem e capina de vias públicas;
  • c) Coleta de resíduos domiciliares;
  • d) Equipe para zona rural: serviços de varrição, capina, roçagem, coleta de entulho e resíduos domiciliares e limpeza de feira livre;
  • e) Coleta de entulho e congêneres;
  • f) Limpeza Urbana, Coleta, Transporte de Resíduos Sólidos Urbano até o depósito de lixo do município.

A empresa MRC Ambiental ganhou a licitação, a mesma já deveria ter assumido suas funções, mas foi impedida através de um recurso colocado por outros três concorrentes. Nos dias 5, 13 e 17 de julho, posteriormente as empresas Unilimp Construções e Serviços – Ltda; Exemplar Service e Limpeza Eireli – ME; e Meta Ambiental Serviços de Limpeza Urbana Ltda – ME, entraram com um recurso, alegando irregularidades na empresa ganhadora e no processo de escolha da mesma.

Porém, a MRC Ambiental através de uma liminar, consegue assumir seu cargo com empresa ganhadora da licitação, tomando posse das suas funções dia 2 de janeiro, o que em virtude dos feriados de fim de ano acabou deixando a cidade desamparada em relação a coleta de resíduos.

Em contato com responsável pela empresa MRC Ambiental, aqui em Seabra, Sr. Henrique, ele disse “ainda não poderei passar cronograma de dias e horários das coletas, somente daqui uns 4 dias, pois a empresa ainda está estudando os roteiros de qual seria a melhor maneira de executar o trabalho”. Henrique ainda ressaltou que quando esses contratempos forem resolvidos, toda a população será informada de qual o melhor horário para disponibilizar seu lixo para a coleta, evitando que o mesmo se espalhe e suje as ruas.

Ao entrar em contato com um dos encarregados da secretária de meio ambiente, ele nos disse que “alguns contratempos surgiram pois a empresa é nova não conhecia a logística da cidade, mas acredito que isso seja resolvido o mais rápido possível para que possa ser oferecido um serviço de qualidade a população”.

Em seu comentário no programa Resumo da Manhã, Nerisvaldo cita a falta de comunicação da empresa terceirizada e da Prefeitura.” É preciso comunicação. A população deveria ter sido informada de que o serviços não iriam ser prestados de forma adequada durante um período. Custava enviar um comunicado para os veículos da cidade (rádios, sites, carros de som), informando o povo da situação? Mas não”.


Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Produtos vão faltar nos supermercados de Salvador nessa sexta, diz associação

Os bloqueios dos caminhões em estradas estaduais e federais na Bahia já estão afetando o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *