terça-feira ,19 junho 2018
Página Inicial / As Mais Lidas / SEABRA: Falta ou não a merenda nas escolas municipais?

SEABRA: Falta ou não a merenda nas escolas municipais?

Foto: Luana Barros

A sessão dessa terça (29) teve um início um pouco atrasado, as 20h25 trazendo as demandas do dia. Começando com a solicitação da cobertura da quadra poliesportiva do povoado de Bebedouro. Seguindo com relato das visitas técnicas das comissões da Câmara em relação a denúncia sobre a merenda ocorrida na sessão anterior. Realizando visita nas escolas municipais da cidade de Seabra.

Com a finalidade de verificar o fornecimento da merenda escolar aos alunos, foi averiguado que tem ocorrido atrasos e quando chega, não é suficiente e a qualidade não é boa. Segundo a comissão. O abastecimento, o que se refere as frutas, é feita de 15 em 15 dias. Foi constatado que nessas escolas visitas no dia, a mais precária é a Escola Boa Esperança localizada no Bairro Vila Nova.

Relatando no ofício que assim que foi realizada a denúncia na sessão anterior da câmara, no dia seguinte, as 5 horas da manhã, foi realizado o abastecimento das despensas escolares, algo nunca ocorrido antes segundo ofício lido em mesa. Também escrito em ofício, acusasse o uso de “maquiagem” para esconder os possíveis problemas denunciados.

Sobre a votação para presidência da Câmara, foi novamente adiada por, segundo ofício foi informado que haveria a votação com menos de 24 horas, sendo que a lei informa que o informe deve ser feito com pelo menos 48 horas de antecedência. Com isso, o Presidente Marcos informou oficialmente que a votação ocorrerá na próxima terça dia 05 de junho.

O Secretário de Governo Iovane Filho solicitou a fala para tratar de políticas públicas e durante sua fala disse que é fiscalizando constantemente que se corrige os erros que vem ocorrendo.

Teve posse da palavra o representante da Escola Municipal José Manoel dos Santos, para esclarecer os assuntos em pauta. Em fala, o representante apresentou “o mais profundo repudio ao Sr. Osvaldo Almeida. Pedindo que coloque os interesses da coletividade acima de seus interesses pessoais”, solicitando que Osvaldo procurasse conhecer a escola antes de dizer algo que não exista de verdade. Finalizando com o agradecimento aos vereadores que procuraram investigar as denúncias realizadas para averiguar o que realmente vem acontecendo. Em resposta, o Sr. Osvaldo pediu desculpas pelo que foi dito.

Por: Luana Barros

Foto: Divulgação/ Luana Barros

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Bahia: Senai abre 556 vagas de cursos gratuitos; inscrições até 26 de junho

Até o dia 26 de junho estão abertas as inscrições para os cursos de Aprendizagem …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *