Página Inicial / Economia / Seabra: Liberada a segunda parcela para a construção de barragem que vai beneficiar a Chapada Diamantina

Seabra: Liberada a segunda parcela para a construção de barragem que vai beneficiar a Chapada Diamantina

O valor total do empreendimento está orçado em R$ 92.629.641,79, incluindo recursos também do Governo da Bahia | FOTO: Divulgação/Secom|

O Governo da Bahia, por meio da Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (Sihs), assegurou mais R$ 9 milhões para a construção da Barragem de Baraúnas. Os recursos liberados pelo Ministério da Integração compõem a segunda parcela referente à obra. Construída pela Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento (Cerb), a barragem vai atender às demandas de Boninal, Seabra e Piatã, beneficiando mais de 64 mil pessoas na região. O valor total do empreendimento está orçado em R$ 92.629.641,79, incluindo recursos também do Governo da Bahia.

Com a conclusão da obra, a expectativa é reforçar o abastecimento de água das sedes municipais de Seabra e Boninal e atender as localidades vizinhas ao reservatório e ao longo do Rio Cochó, desde o eixo da barragem até a cidade de Seabra. “Além disso, esperamos prover o abastecimento de água em zonas rurais, para irrigação e dessedentação animal”, explica o secretário de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Cássio Peixoto.

O titular da Sihs acrescenta que a Barragem de Baraúnas deve regularizar a vazão do Rio Cochó. “A perenização do Rio Cochó, no trecho entre a barragem e a cidade de Seabra, favorecerá o meio ambiente aquático-fluvial do próprio rio, tendo em vista a permanente garantia de oferta de água a jusante do barramento”. Com isso, a regularização proporcionada pela barragem garantirá a vazão ecológica no trecho citado. As informações são da Sihs.

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

SEABRA: Sessão da Câmara de Vereadores trata sobre Transmissões ao Vivo

  Sessão que teve início às 20h16, tratando de providências. Começando com a leitura da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *