quinta-feira ,16 agosto 2018
Página Inicial / Educação / Seabra: Pessoas dormem em fila de escola para tentar vaga

Seabra: Pessoas dormem em fila de escola para tentar vaga

Na terça (16), a equipe do Chapada News fez uma visita ao CEEP em Turismo do Centro Baiano Letice Oliveira Maciel, para conferir o boato de que pessoas haviam passado 4 dias dormindo na fila em busca por uma vaga.

Ao chegar no local, foi constata que pessoas dormiam na fila desde o sábado. A professora Luciana Santos, que estava na fila em busca de uma vaga para seu filho, nos conta “tenho o desejo que meu menino estude um curso técnico. Então a gente fica naquela angustia de não conseguir a vaga, foi isso que me motivou a estar aqui para tentar uma vaga”.

Mesmo sabendo que o nome na lista não garante vaga, encontramos a jovem Jaqueline, que nos explicou “por ser uma escola boa, de onde o aluno já sai para a experiencia do estágio, com o curso técnico”.

A fila é bem organizada, todos os dias às 17 h é feito a chamada, para confirmação do nome, e do número de chegada, principalmente com a presença do dono da vaga, e todos sabem muito bem que a presença na fila não quer dizer garantia de vaga com abertura dos portões.

A diretora Bárbara explicou que não há a necessidade de as pessoas formarem fila na frente do portão da escola, pois a partir do dia 16 até 28, todas as escolas do município da rede estadual de educação são pólo de matrícula. “O governo já criou esse sistema, para se evitar filas, na capital, região metropolitana por exemplo, a pessoa pode fazer a matricula em casa, depois só ir a unidade de ensino levar a documentação e o comprovante”, explica a diretora.

“Mas aqui no interior, ainda não temos essa graça de poder fazer a matrícula em casa, mas temos quatro pólos que é o caso de Seabra. Todas as escolas da rede estadual, podem fazer a matrícula, temos o Filinto, o ACM, O CES e o Letice que vão funcionar como Polo de matrícula recebendo matrícula de qualquer escola, até de alguém de Salvador que estiver passando aqui, pode fazer a matrícula. Então infelizmente, a população ainda não se tomou essa consciência, e desde sábado temos notícia das pessoas na fila, o número de vagas no Letícia é pequeno e corre-se o risco de quem dormiu na fila, quando chegar na vez de fazer a matrícula no sistema não ter vaga, porque justamente qualquer escola da rede estadual de ensino estado para fazer matrícula”.

Imagens: Jornal da Chapada.

 

Veja vídeo:

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Mucugê: Município registra 100% de ocupação dos hotéis durante feira literária

  A Feira Literária de Mucugê (Fligê) começa nesta quinta-feira (16), e vai até domingo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *