sexta-feira ,20 outubro 2017
Página Inicial / Noticias / SEABRA: Presidente da câmara municipal faz graves acusações ao gestor atual

SEABRA: Presidente da câmara municipal faz graves acusações ao gestor atual

Foto: Reprodução/ Chapada News

Durante a última sessão ordinária na terça-feira (22), o presidente da câmara municipal de Seabra, Sr. Marcos Pires (PDT) fez uma série de acusações contra a gestão do atual prefeito de Seabra, Sr. Fábio Miranda (REDE).

As acusações iniciaram sobre o  parecer do procurador jurídico do município, Dr.  João Iverson Musskopf, que segundo interpretação do presidente da câmara municipal, pode ensejar que servidores que receberam gratificações indevidas sejam obrigados a devolver o recurso mesmo que tenham sido declarados inocentes, ou seja, mesmo que a gestão atual entendam que os servidores não são os culpados por tais pagamentos indevidos.

“O procurador jurídico esta dizendo que esses 30%, quem recebe a 20 anos tem que devolver a prefeitura”.

No final do vídeo, o presidente da câmara, Sr. Marcos Pires de forma mais contundente faz diversas críticas a atual gestão adjetivando de incompetente,  ineficiente, e alega falta de transparência.

Faz crítica ao decreto de emergência financeira, e afirma que possui um dossiê com mais de 20 irregularidades da gestão do prefeito Fábio Miranda. No entendimento do presidente da câmara, das 20 irregularidades que possui contra o executivo municipal em torno de 10 são por incompetência.

O Sr. Marcos Pires encerra afirmando que uma dessas acusações, ele tem certeza que é má-fé do prefeito Fábio Miranda, e diz que quando o assunto se tornar público será noticiário até mesmo no Jornal Nacional (Rede Globo).

Nessa questão, o presidente da câmara afirma que avisou ao vereador Lauro Roberto sobre o fato, e que acredita que o seu colega vereador Lauro Roberto avisou ao gestor Fábio Miranda.(Chapada em Debate)

Veja o vídeo:


Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Biometria: mais de 2,4 milhões de eleitores baianos podem perder seus títulos

Dos 4,3 milhões de eleitores pertencentes aos 51 municípios em fase obrigatória do procedimento, apenas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *