segunda-feira ,9 dezembro 2019
Página Inicial / Economia / SEABRA: Sessão da Câmara de Vereadores trata sobre Transmissões ao Vivo

SEABRA: Sessão da Câmara de Vereadores trata sobre Transmissões ao Vivo

Foi aprovada a demanda e solicitação de que as sessões da Câmara tenha transmissões ao vivo em redes sociais para todos os cidadãos de Seabra   Foto: Divulgação/ Luana Barros

 

Sessão que teve início às 20h16, tratando de providências. Começando com a leitura da solicitação de substituição da iluminação dos povoados de Velame, Vão das Palmeiras, Passagem Funda, Cascudo, Angecal, Capão das Gamelas e Riacho. Para melhoria da segurança da população, que por falta da iluminação, tem sentido medos constates de sofrer assaltos.

Foi apresentada uma reclamação direcionada a Central de Abastecimento, a pedido de um morador da comunidade de Campestre, apresentando uma mostra de água com diversos bichos “cabeças de prego” alegando ser a água utilizada na comunidade. Entretanto, o Presidente Marcos Pires disse “Achei um pouco de exagero, não sei se a água que chega nas residências está chegando dessa forma. Acredito que essa água tenha sido tirada de algum outro recipiente já contaminado. Entretanto é o que nos foi apresentado e o ofício será encaminhado para a Central para averiguar a situação.”

Por unanimidade, foi aprovada a demanda e solicitação de que as sessões da Câmara tenha transmissões ao vivo em redes sociais para todos os cidadãos de Seabra, que não comparecerem as sessões nas terças, tenha acesso ao que esta acontecendo. O presidente informou que irá estruturar e que a transmissão seja de maneira profissional. A Sessão Legislativa é um ato público e de direito a toda a população, a realização das transmissões ao vivo serão para trazer conforto aos que acompanham e dar acesso aos que não podem estar presentes na Câmara. Entretanto, Marcos afirma que é de suma importância que todos que tem a possibilidade de estar indo, continuem a frequentar para apoiar presencialmente as decisões tomadas.

O Sr. Oswaldo Almeida solicitou a palavra para tratar de políticas públicas relacionado as ações da prefeitura, diretamente ao gestor Fábio Miranda. Trazendo reclamações de moradores do bairro Boa Vista sobre cascalhos que foram “deixados” a mais de 10 (dez) dias próximo ao Cemitério “velho” e estão atrapalhando a rotatividade no bairro. Trouxe também reclamações sobre o tempo de permanência nas filas dos Bancos, onde não estão sendo tomadas as devidas providências, solicitando que a Câmara de Vereadores consultasse as leis para saber o que pode ser feito.

Oswaldo traz como ponto principal o questionamento do que será feito na estrada que dá acesso ao Instituto Federal da Bahia – IFBA que iniciou as obras, mas não foi dada continuidade. Os questionamentos principais do senhor Oswaldo e da população são as perguntas que não são respondidas. “Por que as obras pararam?”.

Após votação de todas as demandas, o presidente Marcos Pires encerrou a sessão.

Por: Luana Barros

 

 

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Chapada: Comércio fecha e feira é esvaziada em dia de enterro de Zé de Lessa

O comércio da cidade de Mulungu do Morro, na Chapada Diamantina, ficou fechado desde a chegada …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *