terça-feira ,24 outubro 2017
Página Inicial / Economia / Sem pagamento, energia da Casa de Ipirá em Salvador é cortada; dívidas chegam a R$ 12 mil

Sem pagamento, energia da Casa de Ipirá em Salvador é cortada; dívidas chegam a R$ 12 mil

Foto: Acervo Pessoal

Com duas contas em aberto, a energia da Casa de Ipirá – prédio que abriga universitários do município na Rua do Tororó, em Salvador – foi cortada na tarde dessa quarta-feira (3). Segundo a estudante de Engenharia de Produção, Michelle Santana, as contas somam R$ 1.421,00 e há ainda o risco de o abastecimento de água ser interrompido. “A gente recebeu o aviso de corte de água porque tinham três contas em atraso, mas pagamos uma conta na segunda-feira com dinheiro da gente”, conta Michelle ao Bahia Notícias. Até a manhã desta quinta-feira (4), a prefeitura de Ipirá não havia tomado qualquer posição diante do caso. “Só conseguimos falar com o prefeito porque fomos na porta da casa dele hoje de manhã. Ele falou que, por conta da micareta, houve uma demanda muito grande. Ele disse que até hoje, meio dia, ele vai tirar do próprio bolso pra pagar as contas de água e luz”, relata. Com gastos de funcionários, cozinheiro, contador, IPTU e as outras contas já citadas, a Casa já acumula uma dívida de R$ 12 mil, de acordo com a estudante.

Prédio sem iluminação. | Foto: Acervo Pessoal

Há um mês, os 32 moradores viveram um susto quando a parede da cozinha, que dá acesso a escada onde fica o quarto dos funcionários, cedeu (lembre aqui). Na época, o prefeito Marcelo Brandão (DEM) indicou a visita de um engenheiro à localidade, mas tudo não passou de inspeção e a reforma prometida não saiu do papel (veja aqui). De acordo com Michelle, no encontro de hoje Brandão garantiu que os estudantes vão ter acesso ao projeto da obra, orçada em R$ 179 mil. No sábado, os estudantes que se deslocaram para Ipirá vão promover uma reunião com os pais e ex-moradores para explicitar a situação e atrair apoio para solucionar o caso. Segundo o Bahia Notícias, a reportagem tentou contato com o gestor e com a prefeitura da cidade, mas não houve retorno até a publicação da nota.

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Se a moda pega: Funcionários de prefeitura na PB são proibidos de usar redes sociais durante expediente de trabalho

O prefeito de Soledade, Geraldo Moura (PP), emitiu decreto nessa quinta-feira (26) proibindo os servidores …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *