segunda-feira ,24 julho 2017
Página Inicial / Economia / Senadores baianos devem articular, em Brasília, os pedidos de governadores do Nordeste

Senadores baianos devem articular, em Brasília, os pedidos de governadores do Nordeste

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Os senadores Lídice da Mata (PSB-BA), Otto Alencar (PSD) e Roberto Muniz (PP) devem articular no Senado os pedidos feitos pelos governadores do Nordeste durante reunião realizada nesta quinta-feira (11) em Salvador.

Nesta reunião do dia 11 de maio, o governador Rui Costa divulgou detalhes sobre uma carta que seria enviada pelos gestores ao governo federal. Os principais pontos do documento cobram o cumprimento da lei federal que dilata o prazo dos empréstimos junto ao BNDES e a autorização para que os estados nordestinos possam contrair empréstimos. “O único benefício que os estados do Nordeste teriam com aquele processo todo de renegociação, que corresponderia somente a 6% do total da dívida que foi renegociada do país, não foi cumprido”, criticou Rui.

“O que nós estamos cobrando, ponto número 1, é que o governo federal e o BNDES cumpram a lei federal e o BNDES faça a dilação do prazo de pagamento dos empréstimos”, destacou. O segundo item da carta destinada ao Palácio do Planalto ressalta ainda que os estados estão impedidos de contrair empréstimos junto a instituições financeiras. A carta ao governo federal fala ainda da deliberação para criar uma previdência complementar regional, a PrevNordeste, “visando a adesão dos estados à fundação de previdência complementar já instituída na Bahia”, relata o documento.

Os parlamentares baianos vão tentar uma audiência na Casa com os governadores para debater temas como as dívidas dos estados, a validação de financiamentos, segurança pública e o pacto federativo. Lídice participou da reunião no Centro Administrativo da Bahia (CAB) e apoiou as gestões estaduais quanto ao alongamento da dívida dos estados com o BNDES, bem como na permissão de empréstimos junto a instituições financeiras. “A não autorização do governo federal tem caráter de perseguição”, comentou. Chapada News com informações do Bahia Notícias.

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Chapada: MP recomenda fim do nepotismo em Saúde e em outras cidades baianas

As prefeituras de Saúde, no Piemonte da Diamantina; e Ponto Novo e Caldeirão Grande, na …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *