quinta-feira ,17 outubro 2019
Página Inicial / Educação / Serra do Orobó terá mutirão de limpeza como ação da Santa Casa de Ruy Barbosa

Serra do Orobó terá mutirão de limpeza como ação da Santa Casa de Ruy Barbosa

Uma ação ambiental no município de Ruy Barbosa, na Chapada Diamantina, no próximo dia 8 de maio, deve marcar as atividades do Dia Mundial do Meio Ambiente, que é celebrado antes, em 5 de junho, próxima quarta-feira. É que a Santa Casa de Misericórdia da cidade, em parceria com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente e junto com a população local, promove uma ação ambiental na Serra do Orobó. Denominada de ‘Trilha sem Rastros’, essa atividade fará mutirão de limpeza na serra, que é famosa na região por abrigar espécies raríssimas de orquídeas.

A ação do próximo sábado (8), a partir das 6h da manhã, pretende limpar a paisagem – considera um dos cartões postais da cidade chapadeira. Os voluntários presentes na ação serão acompanhados por brigadistas e um guia. Eles vão portar sacos de lixo, água, luvas e ao final um carro auxiliará na retirada do lixo recolhido.

Ponto turístico na região, a Serra possui 346 metros de altitude e três biomas (cerrado, caatinga e remanescente da Mata Atlântica), além de contar com muitas espécies de bromélias e orquídeas raras. Quatorze nascentes são encontradas na serra, com importante papel ambiental: além de fornecerem água para os córregos e rios que abastecem toda a cidade, elas também são fontes de vida para outros organismos.

A Serra já despertou a atenção do Greenpeace Brasil, que iniciou uma campanha alertando para o risco de um desastre ambiental que o local corria, em virtude de atividades de mineração (veja aqui). De acordo com o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), os principais conflitos ambientais presentes no local são as queimadas, desmatamentos, retirada de orquídeas (espécies raras, com alto valor, são alvo do comércio clandestino) e a exploração mineral.

Entre os principais materiais descartados no local, está o plástico. O Brasil é o 4º maior produtor de lixo plástico no mundo, com 11,3 milhões de toneladas, ficando atrás apenas dos Estados Unidos, China e Índia. O levantamento foi realizado pelo WWF e analisou a relação com o plástico em mais de 200 países. 

 

 

 

Fonte: Jornal da Chapada 

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Últimos 5 anos são os mais quentes da história, diz agência da ONU

A temperatura mundial média de 2015 a 2019 caminha para se tornar a mais alta …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *