quarta-feira ,18 outubro 2017
Página Inicial / Educação / Universidades da BA são ocupadas em protesto contra PEC 241

Universidades da BA são ocupadas em protesto contra PEC 241

Foto: Reprodução / Ocupa Uesc
Foto: Reprodução / Ocupa Uesc

Várias instituições de ensino baianas são ocupadas nesta quarta-feira (26) em protesto contra a PEC 241, proposta que limita investimentos públicos, incluindo educação, em até 20 anos. Além de Salvador, onde a reitoria segue ocupada desde a segunda-feira (24), no interior do estado os manifestantes também mantém o protesto. Os atos ocorrem em Vitória da Conquista, Barreiras, Cruz das Almas, Cachoeira e Ilhéus. Conforme o G1, na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), a ocupação segue desde o dia 19 de outubro e atinge os campus de Cruz das Almas, Cachoeira, Amargosa, Santo Antônio de Jesus, Feira de Santana e Santo Amaro. Já no Instituto Federal da Bahia (Ifba), os campus de Ilhéus e Vitória da Conquista estão sem aulas e com ocupações de estudantes. Há ocupações ainda em Valença e Paulo Afonso, com aulas mantidas. Na Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob), em Barreiras, alunos ocuparam a instituição desde a noite da segunda. Não há aulas no local onde os servidores também estão em greve.  Na Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), em Ilhéus, cerca de 60 alunos estão acampados na área externa do campus desde a segunda à tarde. Professores também paralisaram as atividades no local. Na Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) não há ocupação de estudantes. Mas as aulas foram suspensas nesta quarta. Já os campus da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) de Vitória da Conquista, Itapetinga e Jequié também não tiveram aulas nesta quarta. Neles, apenas a parte administrativa e de pesquisa funcionaram. (Bahia Noticias)

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Porto Seguro: Recebe a oitava edição da principal ultramaratona de mountain bike das Américas

A principal ultramaratona de mountain bike das Américas, a Brasil Ride, será realizada no domingo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *