sexta-feira ,14 dezembro 2018
Página Inicial / Polícia / Xique-Xique: Homem é preso por crime de estupro de vulnerável

Xique-Xique: Homem é preso por crime de estupro de vulnerável

A Polícia Civil prendeu um homem acusado de crime de estupro de vulnerável, em Xique-Xique, região do Vale do São do Francisco. A prisão ocorreu no último sábado (10), quando um menor de 12 anos estaria sendo assediado e convidado para praticar ato libidinoso mediante pagamento com o autor, via aplicativo mensseger.

Ao Central Notícia, o delegado Alex Rosa disse que Reilton da Silva Souza, de 28 anos, já estava acostumado a praticar esse tipi de crime e que várias denúncias contra ele já haviam sido registradas na Delegacia de Polícia Civil local.

Em nota, a Polícia Civil informou que diante da informação, a vítima foi orientada a continuar com a conversa, sendo combinado um encontro para a prática do ato libidinoso, onde os investigadores Robson e Chocolate, na companhia da autoridade policial, acompanharam o menor e de longe viram toda a ação, que culminou na prisão do autor pela prática de tentativa de estupro de vulnerável.

Reilton integrava o quadro de colaboradores da Secretaria da Juventude, Turismo, Esporte e Lazer do Município. A prefeitura de Xique-Xique informou, em nota, que não compactua com qualquer tipo de ato que venha a ferir a dignidade da criança e do adolescente. Desta maneira, as medidas cabíveis já foram adotadas, o colaborador envolvido já foi exonerado e a equipe da secretaria municipal da ação social prestará todo o auxílio necessário a vítima e a família.

Ainda conforme com o delegado Alex, o suspeito foi preso em flagrante, mas já foi liberado pela Justiça. “ O nosso trabalho foi feito e bem feito, diga-se de passagem. O caso repercutiu muito na cidade e nosso trabalho é de acordo com a lei”.

 

Fonte: Central Notícia

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Cerca de 200 delegados entregam cargos em protesto contra PEC do teto de Rui

Cerca de 200 delegados que integram a cúpula da Polícia Civil da Bahia decidiram entregar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *