Página Inicial / Saúde / 285 municípios ficam sem médicos com saída dos cubanos; 1 é da Bahia

285 municípios ficam sem médicos com saída dos cubanos; 1 é da Bahia

O Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde (Conasems) divulgou nesta quinta-feira (22), um levantamento que aponta que pelo menos 285 cidades em 19 estados do país devem ficar sem médicos na atenção básica de saúde com a saída dos cubanos do programa Mais Médicos (veja aqui). Esse número ainda pode ser ampliado, de acordo com a entidade.

Na Bahia, a cidade de Santa Teresinha pode ser afetada.

Cada equipe de Saúde da Família possui um médico responsável. Os médicos cubanos atuavam nessas equipes, que contam com 4 mil habitantes, de acordo com informações do G1.

A estimativa, no entanto, não considera se o município tem algum medico em estabelecimento da rede privada ou se a cidade tem parceria com o município vizinho para assistência mútua.

A atenção básica é a rede de atendimento que abrange prevenção, diagnóstico, tratamento, reabilitação, redução de danos e manutenção da saúde e o trabalho é realizado em unidades básicas de sáude e espaços equivalentes.

 

Fonte: Bahia Noticias

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Piatã registra seu primeiro caso confirmado da Covid-19; contaminado esteve em São Paulo

A prefeitura de Piatã, município localizado na Chapada Diamantina, registrou, na última sexta-feira (22), seu …

Deixe uma resposta