segunda-feira ,8 março 2021
Página Inicial / Saúde / “40% das pessoas que vão para UTI acabam morrendo”, alerta Vilas-Boas

“40% das pessoas que vão para UTI acabam morrendo”, alerta Vilas-Boas

O secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, alertou para o alto número de  ocupações de leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) exclusivos para a Covid-19, na Bahia, nesta terça-feira (9).

Novos leitos estão sendo reabertos em regiões do sul da Bahia pelo aumento do número de casos.

“Itabuna e Ilhéus estão na região sul, junto com Jequié, Valença e uma série de cidades ali. Essa região perfaz hoje 115 leitos de UTI, dos quais 95% estão ocupados. Por tanto, na verdade, temos 20 leitos na região. Nós temos uma taxa de ocupação de 83%. É a segunda região com maior taxa de ocupação, perde apenas para o sudoeste, que é a região de Vitória da Conquista, Guanambi, Bom Jesus da Lapa, que está com 90%”.

O secretário chama atenção para o fato de que é necessário evitar que as pessoas precisem ser internadas. Segundo Vilas-Boas, pouco menos da metade desses pacientes sobrevivem.

“Nós precisamos evitar que as pessoas sejam internadas em UTIs. Além de representar um grande risco para a população, ir para uma UTI, 40% das pessoas que vão para UTI acabam morrendo. É bom que se saiba isso: 40% das pessoas que vão para UTI falecem. Ir para uma UTI, mesmo que a UTI exista, não é uma coisa boa. O bom é a gente evitar a infecção”.

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Temendo colapso, prefeitura negocia com Rio de Janeiro para transferência de pacientes

Em coletiva realizada na manhã desta quinta-feira (4), o prefeito de Salvador, Bruno Reis, revelou …