Página Inicial / Polícia / Jovem indígena é morto a tiros e tem corpo carbonizado após acampamento ser invadido no sul da Bahia

Jovem indígena é morto a tiros e tem corpo carbonizado após acampamento ser invadido no sul da Bahia

Um indígena de 21 anos foi morto a tiros em um acampamento na zona rural da cidade de Una, no sul da Bahia. Depois o corpo da vítima foi carbonizado. De acordo com lideranças do Movimento de Luta pela Terra (MLT), o crime aconteceu na madrugada de sexta-feira (8), após cerca de 70 homens armados invadirem o local. As informações são da TV Santa Cruz.

A vítima foi identificada como Elton Barros de Souza. Segundo o MLT, um outro homem também foi baleado. Ele foi socorrido e levado para o Hospital Regional Costa do Cacau, em Ilhéus. Outras pessoas também teriam sido agredidas e um carro que estava no local foi incendiado.

O crime foi registrado na sede da Polícia Federal (PF) de Ilhéus como um possível conflito entre trabalhadores rurais e indígenas. O órgão ainda está investigando o caso.

CN com informações do Metro 1.

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Chapada: Corpo de adolescente de 17 anos é encontrado em canal de águas pluviais de João Dourado, a motivação do crime ainda é desconhecida.

  Uma adolescente de 17 anos, identificada como Samili Gabriele Gonçalves, foi encontrada morta em …