sábado ,23 outubro 2021
Página Inicial / Política / Acusado de ser agressivo, senador Otto Alencar afirma que foi veemente pois não aguentou mais ouvir negação de fatos

Acusado de ser agressivo, senador Otto Alencar afirma que foi veemente pois não aguentou mais ouvir negação de fatos

O senador Otto Alencar (PSD-BA) afirmou nesta quarta-feira (2) que não buscou desqualificar a médica Nise Yamaguchi, em depoimento na CPI da Covid no dia anterior. Afirmou, no entanto, que desaprovou as falas da médica que apresentava visões equivocadas sobre vacinas e sobre tratamento precoce.

“O que eu quis fazer? Eu quis mostrar que nunca deu certo se levar uma medicação, mesmo velha, antiga, que é o caso da hidroxicloroquina e outras medicações, serem usadas para uma doença nova, desconhecida”, afirmou. O senador, que é médico, afirmou que fez várias perguntas para tentar ver a base das visões da médica e não para menosprezá-la. Disse, por outro lado, que não “suportava mais” ver negação de fatos.

“Não foi para atingi-la. Tratei o tempo todo a doutora Nise Yamaguchi como senhora, vossa senhoria. Claro que cada pessoa tem uma maneira de se dirigir. Se a minha veemência aconteceu, aconteceu porque não suportava mais ver tantas coisas negadas que foram afirmadas no passado”, afirmou.

“O que eu queria dizer e desqualificar é que o Ministério da Saúde, como instituição jurídica, não pode prescrever receitas para 15 milhões de brasileiros. Era o que eu queria mostrar”, completou.

Como mostrou a Folha de S.Paulo, as constantes interrupções à médica Nise Yamaguchi provocaram a reação de senadores e de usuários nas redes sociais.

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

STF tem 3 votos para manter proibição a showmícios questionada por PT, PSOL e PSB

Os ministros Dias Toffoli (relator), Kassio Nunes Marques e Alexandre de Moraes, do STF (Supremo …