segunda-feira ,6 fevereiro 2023
Página Inicial / Justiça / Após ser impedida de usar o banheiro, caixa de supermercado se urina no RJ; vídeo

Após ser impedida de usar o banheiro, caixa de supermercado se urina no RJ; vídeo

Um caixa de supermercado de 69 anos não conseguiu segurar o xixi e urinou na roupa durante o expediente de trabalho. Isso aconteceu, segundo o Sindicato dos Comércios do Rio de Janeiro (SECRJ), após ela pedir várias vezes para ir ao banheiro e ser impedida pelo seu chefe. O caso ocorreu no bairro da Tijuca, no Rio de Janeiro, em 3 de dezembro, mas o fato foi noticiado nesta quinta-feira (15). Clique aqui e veja o video.

O sindicato revelou que a idosa trabalha na empresa há 10 anos. Ela começou no expediente às 7h, havia apertado o botão (que ascende a luz do caixa) para ir ao banho às 9h, mas o fiscal disse que ela deveria aguardar e continuar trabalhando.

Às 10h, a funcionária apertou o botão novamente e continuou solicitando a ida ao banheiro a cada 15 minutos, segundo ela. Em todas as vezes, porém, o seu chefe dizia que ela teria que esperar.

Sem aguentar mais, a idosa começou a urinar enquanto passava as compras de uma cliente. A cena, que aconteceu na frente de consumidores e colegas de trabalho, foi filmada e postada nas redes sociais, o que causou total indignação dos internautas.

A funcionária disse ao sindicato que o episódio despertou nela um trauma muito grande e que ela se sentiu desorientada, humilhada e constrangida. De acordo com seu relato, ela gravou o vídeo como forma de denúncia e para que isso não ocorra com outras pessoas

“Infelizmente, esse não é um caso isolado. A gente já recebeu outras denúncias de trabalhadoras que sofrem com essa situação, de ter que ficar esperando ser substituída para poder ir ao banheiro. É um absurdo isso ainda acontecer hoje em dia e vamos cobrar das empresas”, disse Márcio Ayer, presidente do Sindicato dos Comerciários.

“O uso do banheiro não pode ser restrito ou controlado pelas empresas. É uma questão de necessidade. Independente da atividade exercida pelo trabalhador ou trabalhadora. O departamento jurídico já está atendendo a comerciária e tomando todas as iniciativas sobre essa situação extremamente constrangedora”, revelou Paulo Henrique, diretor jurídico do sindicato.

Nota do supermercado

A rede de supermercados Assaí informou, em nota, que a empresa mantém um processo para a saída de funcionários dos caixas de pagamento para pausas e que qualquer desrespeito é averiguado e imediatamente corrigido.

“Todas as lojas trabalham com uma equipe de escala, onde fiscais revezam com os colaboradores que desejam realizar pausas durante o expediente. Sobre o vídeo, a loja reforçou aos colaboradores quanto a esse procedimento e está apurando o ocorrido para tomar as providências adicionais”, relatou a empresa na nota.

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

CHAPADA: Oficina discute estratégias para reduzir impactos da mineração em comunidades de Jacobina

O Ministério Público estadual, por meio da promotora de Justiça Luciana Khoury, participou de uma …