segunda-feira ,24 janeiro 2022
Página Inicial / Saúde / Autoridades são investigadas em nove estados por furarem fila da vacinação; um caso é na Bahia

Autoridades são investigadas em nove estados por furarem fila da vacinação; um caso é na Bahia

Há quase duas semanas após o início da vacinação contra a Covid-19 no Brasil, ao menos 20 autoridades de todo o país são suspeitas de furar a fila do grupo prioritário.

Na cidade de baiana de Candiba (distante quase 500 km de Salvador), o prefeito Reginaldo Prado (PSD), de 60 anos, foi alvo de uma ação por improbidade. Ele foi alvo de ações do Ministério Público Federal (MPF) e do Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA). Nas redes sociais, o gestor foi criticado depois de postar imagens se vacinando, furando a fila do grupo prioritário.

Em Manaus (AM), pelo menos nove pessoas são investigadas, sendo quatro secretários, além de assessores de diversas pastas. Outros casos suspeitos são investigados em Roraima, Minas Gerais, Paraíba, Sergipe, Mato Grosso do Sul, Goiás e Amapá.

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Pela 1ª vez, Brasil registra mais de 200 mil casos de Covid em 24 h

O Brasil registrou nesta quarta-feira (19) o recorde de 205.310 novos casos conhecidos de Covid-19 …